DÁ INSTRUÇÃO AO SÁBIO, E ELE SE FARÁ MAIS SÁBIO AINDA; ENSINA AO JUSTO, E ELE CRESCERÁ EM PRUDÊNCIA. NÃO REPREENDAS O ESCARNECEDOR, PARA QUE TE NÃO ABORREÇA; REPREENDE O SÁBIO, E ELE TE AMARÁ. (Pv 9.8,9)

terça-feira, 4 de maio de 2010

Este é o país que vai pra frente...desde que não vá pela BR-155


Estive recentemente na cidade de Rio Maria, extremo sul do Pará, região Norte do Brasil. Desfrutei tanto do calor das pessoas quanto da região. Uma cidade pequena, de povo simples, cortês, mas forte, como forte é o povo brasileiro.


Conheci o Pastor Moacir, presidente da Assembleia de Deus de Rio Maria, um homem cordato, de visão evangelística e movido por um amor sacrifical a favor da comunidade local. Juntamente com o Pastor Marcos Tuler, fui convidado para ministrar a respeito dos Desafios da EBD na Pós-Modernidade e também para ensinar técnicas de interpretação bíblica aplicadas à docência cristã. Uma igreja acolhedora e receptiva nos recebeu com todo apreço e carinho! Encontramos no interior do país uma comunidade cristã comprometida com a educação e a obra social. A igreja local possui uma Escola de Ensino Fundamental e ainda está contruindo salas para a inclusão digital.


Desembarquei em Marabá e segui viagem pela principal estrada de acesso a Rio Maria, a BR-155, antiga PR-150. A BR-155 tem cerca de 762 km de extensão e corta várias cidades do interior agreste: Tailândia, Goianésia, Jacundá, Nova Ipixuna, Eldorado dos Carajás, Sapucai, Xinguara, Rio Maria e Pau D’arco. Trata-se de uma importante e necessária via de acesso para caminhoneiros que, repletos de bois e provisões, circulam por essa inóspita estrada.


Apenas para lembrar nossos leitores que não conhecem essa rodovia: trata-se daquela via que fora ocupada pelos Sem-Terra em Eldorado dos Carajás, resultando na morte de 19 Sem-Terra, em 20 minutos de ação policial.


A monotonia da paisagem e mata nativa contrasta-se com os diversos assentamentos dos Sem-Terra, ao lado das fazendas e por toda rodovia. O trajeto é desconfortável e perigoso. Há uma estrada, chamada BR-155, que passa entre as enormes crateras. Recomendo que se evite transitar na BR-155 no horário noturno. A rodovia é mal sinalizada, com mato selvagem que invade toda a pista e encobre a pouca sinalização existente. O transeunte desavisado facilmente cairá em um igarapé, com carro e tudo. Certos trechos da BR-155 só transitam um carro por vez, pelo fato de cerca de 80% da pista estar destruída pela erosão provocada pelas chuvas e igarapés.


Observei que não há qualquer acostamento e, no caso de um pneu furar, que é tão comum nessa estrada, o motorista não tem qualquer condição de estacionar o carro fora da estrada, dificultando ainda mais o acesso e estabelecendo a lentidão e caos.


Acrescente-se o fato de que as péssimas condições da BR-155 aumentam o valor do frete e prejudicam o bolso do caminhoneiro, pelos gastos com a manutenção do veículo. Isso sem dizer dos prejuízos aos motoristas de carros de passeio.


As condições sociais do povo das cidades cortadas pela BR-155 também merecem ser descritas, já que em nossas rodovias circulam a riqueza do país entrecortada com a pobreza e miséria dos povoados adjacentes. Vi crianças fazendo pequenas barricadas para pedir dinheiro aos motoristas, outras que, tendo sorte de pescador principiante, procuravam vender alguns pescados.


Apesar de todo caos, a governadora Ana Júlia Carepa receberá cerca de R$ 70 milhões do Ministério dos Transportes para a construção de uma alça viária de 29 km que interligará a BR-230 à BR-155 em Marabá. Minha pergunta é se haverá uma BR-155 para ser interligada.


Espero que a Ilma. Governadora use todo conhecimento que adquiriu na Universidade Federal do Pará, uma vez que a distinta é formada em Arquitetura e Urbanismo, para melhorar as condições dessa importante via de acesso que, embora federalizada, ainda capta recursos para o estado do Pará.


Mas tenho uma opinião a respeito das condições da BR-155. Acredito que as condições precárias da BR-155 deve-se a um tatu rebelde que, revoltado com a política ambiental, está esburacando toda rodovia. Peço ao IBAMA que, por favor, intervenha, pois os tatus estão destruindo a BR-155; caso não consiga, recomendo que chame o FBI ou a International Criminal Police Organization, vulgo INTERPOL.


Como dizia a canção, mas a do Juca, “Esse é um país que vai pra frente. Qua, qua, qua, qua, qua!”

4 comentários:

PREGADOR DO EVANGELHO DE JESUS CRISTO disse...

Eita tatu nervoso!!! (risos)

Esdras Costa Bentho disse...

O bicho estava nervoso com a política ambiental do governo, exigindo o retorno da Marina Silva.

Maycon R. Campos disse...

Brasil, o país que vai pra frente!!! No número de assassinatos (indice de 50 mil por ano), no índice de tráfico de drogas (cresce 10% por ano), nível de corrupção (está em 75 da tabela, sendo que quanto maior a posição mais corrupto é). Partido governante aliado com a narco-guerrilha colombiana das FARC.
Brasil, o país que avança de forma iminente para a tão sonhada ditadura do proletariado, a maior maravilha já experimentada pelo homem. (Causou diretamente 100 milhões de mortos, sendo a maioria de pessoas civis compatriotas e desarmadas).

E finalmente, nosso Brasil se opondo a Israel, o povo escolhido de Deus.

Brasil sil sil, rumo à nova ordem mundial.

Quanto a nós crentes, estejamos preparados para a vinda de nosso Senhor, pois pessoalmente aqui eu não vou querer estar para ver o desenrolar desta história.


Esdras, Deus te abençõe. Não te conheço pessoalmente, mas conheço algo dos seus escritos e gosto muito.

Parabéns pelo blog.

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Prezado Maycon, obrigado por suas palavras motivacionais. Tanto eu quanto os leitores do Teologia & Graça, agradecemos pela colaboração e síntese estatística.
Acredito que devemos assumir nossas responsabilidades como cristãos e cidadão deste mundo. Vamos denúnciar a injustiça e mazelas sociais, sem jamais deixar de comunicar o santo eevangelho de nosso Senhor Jesus Cristo.

Esdras Bentho

TEOLOGIA & GRAÇA: TEOLOGANDO COM VOCÊ!



Related Posts with Thumbnails