DÁ INSTRUÇÃO AO SÁBIO, E ELE SE FARÁ MAIS SÁBIO AINDA; ENSINA AO JUSTO, E ELE CRESCERÁ EM PRUDÊNCIA. NÃO REPREENDAS O ESCARNECEDOR, PARA QUE TE NÃO ABORREÇA; REPREENDE O SÁBIO, E ELE TE AMARÁ. (Pv 9.8,9)

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

MARINA SILVA: movida à fé e à determinação

(O meu voto e o de minha família são de Marina Silva. Para mim, ela representa toda utopia perdida no governo Lula. A história de Marina semelha-se a de milhões de brasileiros que se identificaram com a do presidente Lula nas eleições passadas. Se você ainda não se decidiu, decida-se por Marina Silva – 43, se já escolheu outro(a) candidato(a) ainda é possível mudar!) - Noutra ocasião podemos justificar a razão pela qual voto em Marina, mas prefiro que vocês conheçam melhor a candidata por meio da entrevista abaixo.

Confira o artigo e a opinião também do Pr. César Moisés: Marketing para Escola Dominical.

MARINA SILVA: movida à fé e à determinação (entrevista)

Simplicidade e seriedade são qualidades que saltam aos olhos quando se está à frente com a (ex) ministra do Meio-Ambiente, Marina Silva.

Reconhecida por sua luta e compromisso em favor das causas ambientais e dos direitos humanos, a ex-seringueira e empregada doméstica, alfabetizada aos 17 anos pelo Mobral, conquista posições de destaque na vida pública nacional sem deixar de lado a humildade e a gratidão a Deus, a quem atribui os méritos por suas conquistas. “Vejo tudo isso como fruto da graça e da misericórdia de Deus”, atesta Marina.

Formada em História pela Universidade Federal do Acre, Marina surgiu no cenário político em 1988 ao ser eleita vereadora por Rio Branco, capital do Acre. Já no segundo mandato no Senado foi nomeada pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva para fazer parte do primeiro escalão do governo.

Aos 45 anos, casada com Fábio Vaz de Lima, companheiro das lutas sindicais, e mãe de quatro filhos, recebe apoio e admiração da família por seu trabalho, cujo reconhecimento vai além das fronteiras brasileiras.

Em 1996 recebeu o Prêmio Goldmann de Meio Ambiente pela América Latina, Caribe e Estados Unidos. Em 1997, teve sua atuação reconhecida pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente que homenageou 25 mulheres em ação ambiental no mundo e também foi eleita Mulher do Ano pela revista norte-americana MS. O jornal britânico Financial Times fez um perfil da (ex) ministra Marina, referindo-se a ela como “a principal guardiã dos vastos recursos do país, incluindo a floresta onde nasceu”.

No meio dessa caminhada bem-sucedida, Marina enfrentou uma grave enfermidade provocada pela contaminação com metais pesados, provavelmente contraída nos tratamentos contra a malária quando ainda vivia no seringal.

A trajetória de Marina Silva revela a perseverança de uma mulher convicta de sua fé em Cristo e de seus ideais. E é sobre isso que ela conversa com Mulher.

MULHER: Em sua trajetória, a senhora sofreu algum tipo de preconceito por ser de origem humilde e ter sido seringueira?

MARINA: Parece estranho, mas sofri muito pouco tipo de estranhamento em função da minha origem. Deus me cercou de muitos cuidados. Pelo contrário, até o fato de ter sido seringueira, enfrentar muitas dificuldades e ter sido alfabetizada aos 17 anos se constitui numa alavanca de respeitabilidade em relação à minha pessoa. A Bíblia diz que tudo concorre para o bem daqueles que amam a Deus.

MULHER: A senhora considera a sua ascensão política como parte de uma promessa de Deus para a sua vida?

MARINA: Como mulher de fé cristã jamais poderia atribuir tudo o que me aconteceu a méritos pessoais. Deus tem planos na vida da gente e nos ajuda a cumprir esses projetos. Agradeço muito ao Senhor pelas oportunidades que me deu e pelo discernimento que me proporcionou para saber aproveitá-las em vários momentos. Vejo tudo isso como fruto da graça e da misericórdia.

MULHER: Em algum momento a senhora imaginou que chegaria aonde está? Havia sonhos, projetos a esse respeito ou as coisas foram acontecendo?

MARINA: Não me programei para ser vereadora, deputada, senadora, ministra... Na verdade, nada disso passou pela minha cabeça. A única coisa para a qual me preparei foi para ser professora de História. Quando entrei para a Universidade possuía esse objetivo. As outras coisas vieram por acréscimo.

MULHER: E como foi essa adaptação? É um mundo totalmente diferente de onde a senhora veio...

MARINA: Ao longo da vida vamos sendo capacitados. Nada aconteceu de uma hora para outra. Deus é muito sábio no que faz. A experiência com os trabalhos ligados às comunidades e aos movimentos sociais, as funções do Legislativo e os oito anos no Senado me serviram como base. A cada novo desafio faço como Salomão: peço a Deus sabedoria para cuidar de coisas que considero muito maiores do que eu. E, já que estou sendo entrevistada para uma revista cristã, faço um apelo para que intercedam por meu trabalho. Não para que a irmã Marina brilhe, mas para que esse vaso de barro possa testemunhar do que Deus pode fazer em nossa vida.

MULHER: Como aconteceu a sua conversão?

MARINA: Como uma boa parte dos que se convertem, não busquei a Deus pelo amor, mas num momento de dor, de enfermidade. Inicialmente fui atrás das bênçãos do Senhor e encontrei o Deus da bênção. Somente após dois anos da minha conversão recebi a cura. Mas, mesmo que não a obtivesse estaria muito feliz só de encontrar o Deus da bênção.

MULHER: Como a senhora concilia o tempo para a família, as atividades políticas e a igreja em meio a esse corre-corre?

MARINA: É impossível ter uma vida de dedicação, como se gostaria, quando exercemos uma atividade que exige muito de nós. Procuro dar qualidade ao tempo em que estou com a minha família e aproveitar os momentos em que posso congregar com a igreja. Tenho uma espécie de vida congregacional itinerante. Viajo muito e onde chego busco uma igreja para ir ao culto ou procuro pessoas para orar comigo de maneira que me sinta ligada ao Corpo de Cristo. Quanto à minha família, quando as crianças nasceram já estava envolvida em muitas atividades. Meu marido me ajuda muito cuidando delas, que já não são tão crianças. Os mais velhos têm 21 e 20 anos e os mais novos, 12 e 10 anos. Também conto com o apoio de minha sogra, minha irmã e de meu pai. Eles fazem um mutirão familiar para suprir a minha ausência.

MULHER: Mas ainda assim seus filhos entendem a ausência constante?

MARINA: Eles entendem racionalmente. Até admiram e ficam orgulhosos, mas emocionalmente cobram sim. Quando estou em casa não querem que eu atenda telefone e nem dê entrevista. Querem uma mãe em tempo integral.

MULHER: A senhora é a primeira mulher assembleiana a assumir uma pasta ministerial. Qual a importância desse fato para a sua vida?

MARINA: A importância está nos desafios que temos em relação ao ministério que exercemos diante de Deus. Encaro tudo como uma obra. Se fazemos um bom trabalho como professor, por exemplo, podemos servir a Deus e a testemunhar sobre nossa fé. Na função pública é a mesma coisa. Se faço algo importante, sei que contribuo para que o nome de Deus seja glorificado. O que não posso usurpar como se a glória fosse minha. Estou convicta de que quanto mais o meu trabalho for respeitado e aceito servirá de testemunho para outras pessoas, não só na comunidade evangélica, mas também para os leigos. Nós somos muito carentes de que os gestores dêem bom testemunho no que fazem e trabalhem em benefício da sociedade.

MULHER:Durante anos circularam boatos de que o presidente Luís Inácio Lula da Silva depreciava o segmento evangélico. Como a senhora, que sempre esteve próxima a Lula, define o tratamento dele para com os evangélicos?

MARINA: As pessoas não foram justas quando difamaram Lula nesse sentido. Mas, graças a Deus, isso já passou. O presidente é uma pessoa muito aberta. Tenho oportunidades para falar de Deus e di Evangelho para ele, um homem de valor, com o coração quebrantado, que tem uma visão e nunca se afastou dela. Deus honrou essa perseverança. Lula é uma pessoa de origem humilde que foi capaz de organizar trabalhadores, incentivar a organização de segmentos sociais historicamente marginalizados, sem nenhum espaço para ter voz, e que chegou à presidência da República. Agradeço a Deus porque como apóstolo Paulo diz “temos essas coisas, porém, em vasos de barro para que a excelência do poder seja de Deus e não dos homens”.

MULHER: A senhora pode contar algum testemunho de como Deus a ajudou em algum momento difícil de sua vida política?

MARINA: O restabelecimento da minha saúde foi marcante porque fazia parte da minha carreira política e sem saúde tudo viria por água abaixo. Nos primeiros quatro anos de meu mandato como senadora enfrentei muitas dificuldades. Em alguns momentos sequer tinha forças para falar em pé. Mas Deus me abençoou ricamente recuperando a minha saúde. Isso foi muito importante para mim. Deus tem me honrado. A minha fé é que me alimenta. Sou uma mulher movida à fé e à determinação. Recebi uma influência muito forte da minha fé cristã, do meu pai e de Chico Mendes. De minha fé aprendi que a árvore que não dá frutos é lançada no fogo. Então aonde eu estiver, como professora, como doméstica que já fui, como ministra ou como senadora, tenho que trabalhar para que as idéias que defendo produzam frutos. Meu pai, que é um homem simples, me ensinou a lutar por meus direitos e com Chico Mendes aprendi que nada que se faz é fruto de uma ação individual, mas de um esforço coletivo. Esse conceito é até muito parecido com o que diz a Bíblia em Eclesiastes a respeito do cordão de três dobras que dificilmente se quebra. Essas coisas são muito edificantes na minha ética e na minha vida pública.

MULHER: Que mensagem a senhora deixa para todos os assembleianos do Brasil?

MARINA: Deus deseja que nós, cristãos, estejamos sempre no monte para receber dele sabedoria, entendimento e força para lutar no vale. Às vezes a gente acha que a prosperidade é sinal da manifestação de Deus em nossa vida. Mas, Deus é a nossa maior prosperidade. É uma riqueza que não tem medida e não é visível, mas é forte e poderosa para transformar vidas e cada um de nós pode ser um abençoador. Agradeço muito a Deus pelos abençoadores que Ele colocou na minha vida. Foram essas pessoas que fizeram a diferença comigo.

(Entrevista concedida a jornalista Eugenia Santos para a Revista Mulher, Lar e Família Cristã. Ano 3, nº15 – abr/mai/jun 2003. ISSN 1518-4188, CPAD). Nessa época Marina Silva era ministra do Meio Ambiente.

7 comentários:

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro pr. Esdras Costa Bentho,

Nada a acrescentar!
Estamos juntos!

Um grande abraço!

Seu conservo,

Pr. Carlos Roberto

Pastor Geremias Couto disse...

Parabéns pela decisão. Como bem afirmou o pastor Carlos Roberto, estamos juntos.

Abraços!

Esdras Jr. disse...

Esdras Bentho, eu discordo de sua decisão tomada, a respeito de seu voto, pois ela não esta com fonte de pesquisas e argumentos consideráveis para o seu voto na Marina. Não vou julga-lo por votar “43”, pois é seu direito, mas critico o seu modo de escolher o (a) candidato (a).
O Pr. Silas Malafaia citou em seu twitter que não iria votar em Marina pelas suas raízes petistas. Já abordei no meu blog o que o PT acha a respeito de aborto e etc.
Quando o PV aprovou a candidatura de Marina, Sirkis (candidato a deputado federal e amigo de Marina), disse que Marina queria fazer um plebiscito para dois assuntos: aborto e casamento gay.
O Senhor é teólogo, pastor, sabe o que a Bíblia fala sobre isso. Não estou me baseando em um Pastor que não sigo, estou me baseando nos fatos e declarações do Sirkis e de Marina.

A revista Veja, por meio de seu blogueiro, publicou: http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/40748/
É nisso que me baseio “na verdade declarada”.
Você aprova esse plebiscito?

Abraços
Esdras Jr.

Maycon R. Campos disse...

Eu não voto em Marina pelo fato dos discursos dela ter um conteúdo extremamente ambiguo, completamente longe dos interesses reais dos brasileiros, além do mais importante... Ademais, ela não teve uma posição firme contra a iniquidade governamental com a agenda gay, o aborto, a pornografia nas escolas, etc... Tentei achar alguma palavra cristã que saisse de sua boca para questionar estas agendas do governo mas oq ue vejo é uma mulher que se esquiva de responder a estas questões tão fundamentais... Esse tipo de gente não serve para governar o Brasil, ou seja, alguém que se diz crente mas se cala diante de coisas tão tenebrosas que ameaçam a família.



http://www.midiasemmascara.org/artigos/eleicoes-2010/11287-contradicao-evangelica-na-politica.html

Josiel Dias disse...

Olá meus queridos irmãos, Graça e Paz.

Como é maravilhoso encontrarmos textos que nos fortaleça na fé, não é mesmo? Parabéns pelo maravilhoso trabalho, muito edificante.
Vivemos dias de tribulações e esfriamento na fé, e muitas heresias onde muitos estão se alimentando de alimentos não sólidos e contaminados sendo assim adoecem espiritualmente se não tratados morrem na fé. Nestes últimos dias tem Deus levantado, homens e mulheres com compromissos de divulgar a palavra de Deus em tempo ou fora de Tempo “Gloria a Deus” . Trazendo mensagens edificantes aos nossos corações. Como sempre tenho dito: Aprendendo uns com os outros crescemos na graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Gostaria de aproveitar a oportunidade e compartilhar o nosso “blog”:Gostaríamos muito de contar com sua visita e comentários. Deus te abençoe ricamente.

“Mensagem Edificante para Alma”
http://josiel-dias.blogspot.com/


Josiel Dias
Cons. Missionário
Congregacional
Rio de Janeiro

DionyMacfly® disse...

c/cópia: Pr. Carlos Roberto, Pr. Geremias Couto
=============================
Caro Pr. Esdras Costa Bentho,
Me adimira um teólogo tão letrato quanto o senhor dizer que vota Marina, que vota "43". É seu direito e defenderei até a morte por isso.

Agora como formador de opnião que é já que possui mais de 450 seguidores neste blog tem uma responsabilidade muito maior da qual Deus cobrará de ti.

A Candidata Marina Silva é declaradamente a favor da "União Civil dos Homossexuais" enquanto a Bíblia condena veementemente. Está em seu Site Oficial.

A Candidata Marina Silva é declaradamente a favor de se realizar um plebiscito a favor do aborto. Isso deve ser um assunto inegociável para nós e ponto. Segue exemplo de Pôncio Pilatos que obstante a sua opnião pessoal joga a "massa" a decisão para quem sabe não se opor politicamente a ambos os lados. Está em seu Site Oficial.

A Candidata Marina Silva é declaradamente a favor do evolucionismo, diz "nunca" ter crido no criacionismo já que acredita ter sido criado para se opor ao já existente "evolucionismo". Está em seu Site Oficial.

Então ou vocês leem outro livro diferente da minha Bíblia ou vocês estão ocupados demais lendo outras "literaturas" como Piaget, Vygotsky, Augusto dos Anjos e não estão pesquisando seus candidatos e defendendo apenas por um ou outro se declarar "evangélico" ou simplesmente fazer parte da denominação. SE ESSA MODA PEGA!!!

Pergunte a si mesmo:
JESUS apoiaria União Civil Hom...?
JESUS apoiaria plebiscito abort...?
JESUS apoiaria evolucionismo...?

Então vamos acordar amados.
Vamos parar um pouco
e vamos atentar mais
antes de "indicar" idéias!
Acorda minha gente...
Cuide de seus valores.

Abraço,

DionyMacfly®

P.S.: Em meu Blog eu tenho um post que é um sucesso que diz os motivos pelos quais "evangélicos" NÃO devem votar na Marina.
Se me permite a democracia de seu Blog o meu é:
www.dionyMacfly.blogspot.com
"Blog Curiosidades da Bíblia"

Se possível, prestigie meu blog. Abrasss... :)

DionyMacfly® disse...

c/cópia: Pr. Carlos Roberto, Pr. Geremias Couto
=============================
Caro Pr. Esdras Costa Bentho,
Me adimira um teólogo tão letrato quanto o senhor dizer que vota Marina, que vota "43". É seu direito e defenderei até a morte por isso.

Agora como formador de opnião que é já que possui mais de 450 seguidores neste blog tem uma responsabilidade muito maior da qual Deus cobrará de ti.

A Candidata Marina Silva é declaradamente a favor da "União Civil dos Homossexuais" enquanto a Bíblia condena veementemente. Está em seu Site Oficial.

A Candidata Marina Silva é declaradamente a favor de se realizar um plebiscito a favor do aborto. Isso deve ser um assunto inegociável para nós e ponto. Segue exemplo de Pôncio Pilatos que obstante a sua opnião pessoal joga a "massa" a decisão para quem sabe não se opor politicamente a ambos os lados. Está em seu Site Oficial.

A Candidata Marina Silva é declaradamente a favor do evolucionismo, diz "nunca" ter crido no criacionismo já que acredita ter sido criado para se opor ao já existente "evolucionismo". Está em seu Site Oficial.

Então ou vocês leem outro livro diferente da minha Bíblia ou vocês estão ocupados demais lendo outras "literaturas" como Piaget, Vygotsky, Augusto dos Anjos e não estão pesquisando seus candidatos e defendendo apenas por um ou outro se declarar "evangélico" ou simplesmente fazer parte da denominação. SE ESSA MODA PEGA!!!

Pergunte a si mesmo:
JESUS apoiaria União Civil Hom...?
JESUS apoiaria plebiscito abort...?
JESUS apoiaria evolucionismo...?

Então vamos acordar amados.
Vamos parar um pouco
e vamos atentar mais
antes de "indicar" idéias!
Acorda minha gente...
Cuide de seus valores.

Abraço,

DionyMacfly®

P.S.: Em meu Blog eu tenho um post que é um sucesso que diz os motivos pelos quais "evangélicos" NÃO devem votar na Marina.
Se me permite a democracia de seu Blog o meu é:
www.dionyMacfly.blogspot.com
"Blog Curiosidades da Bíblia"

Se possível, prestigie meu blog. Abrasss... :)

TEOLOGIA & GRAÇA: TEOLOGANDO COM VOCÊ!



Related Posts with Thumbnails