DÁ INSTRUÇÃO AO SÁBIO, E ELE SE FARÁ MAIS SÁBIO AINDA; ENSINA AO JUSTO, E ELE CRESCERÁ EM PRUDÊNCIA. NÃO REPREENDAS O ESCARNECEDOR, PARA QUE TE NÃO ABORREÇA; REPREENDE O SÁBIO, E ELE TE AMARÁ. (Pv 9.8,9)

terça-feira, 22 de março de 2011

Soberba e Humildade: Lições que Aprendi com meus Mestres



Os leitores do Teologia & Graça estão cônscios que o editor deste blog não tem por hábito incensar a si mesmo com verbos que endossam os seus feitos, como se não existisse na blogosfera paladinos muito melhores do que ele. Primeiro, por que não sou ufanista e muito menos sofro da síndrome de Narciso. A Bíblia afirma que o soberbo atrai sobre si a afronta (Pv 11.2). Soberba (ARC), no referido texto, é a tradução do hebraico zadhôn (arrogância, presunção), termo empregado pelos irmãos de Davi a respeito de seu desejo de enfrentar o gigante Golias (1Sm 17.28). A lição prática extraída dessa perícope é que falar de seus atos e de suas intenções heróicas pode suscitar desconfiança, quer de pessoas boas, quer de pessoas más.

Espera-se do sábio uma atitude modesta, sóbria e humilde – virtudes que adornam a vida do cidadão da pólis, como afirmava Aristóteles em sua Ética a Nicômaco. A Bíblia enfatiza categoricamente: “melhor é ser humilde de espírito com os mansos” (Pv 16.19a); e que “a soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda” (Pv 16.18).

Incensar a si mesmo é uma atitude desaconselhável pelas Escrituras, pelos sábios e pelo bom siso. Homens como Pastor Antonio Gilberto, o mais notável mestre das Assembleias de Deus do Brasil, jamais atraiu atenção para si, mas colocou todo seu prestígio e conhecimento a favor da Escola Bíblica Dominical, missão que lhe rendeu impropérios, como por exemplo, ser chamado de “a besta de Apocalipse”, além de, sem sucesso, tentarem excluí-lo em certa Convenção. Com esse humilde servo do Senhor aprendi a não esmorecer diante dos desafios da educação cristã. Lembro-me quando, na Conferência da Escola Dominical em Fortaleza, o Pr. Antonio Gilberto, ministrando a respeito da interpretação bíblica, em um gesto humilde, carregado de amor pedagógico, no meio da palestra, pediu-me para que eu me pusesse em pé e apresentou-me como autor de uma obra de interpretação. Jamais pensei que alguém seria capaz de compartilhar seu crédito, confiança e brio com um autor novato. Eis aí um homem desapegado à glória que lhe atribuem.

Assim como ele, muitos obreiros das Assembleias de Deus teem mais cicatrizes do que medalhas; mais vitupérios do que honras, mais escárnios do que “sucesso”. E, se nós perguntássemos a esses verdadeiros paladinos da fé se todo sofrimento a favor da salvação e aperfeiçoamento dos santos valeu a pena, ouviremos desses lábios eruditos que, se pudessem, fariam tudo outra vez! O verdadeiro servo do Senhor leva a Bandeira do Reino, em vez de conduzir sua própria bandeira pelo Reino; ele busca a expansão do Evangelho de Cristo em vez do sucesso pessoal. Por isso, não atrai atenção para si, mas para Cristo e o Reino de Deus.

Quando eu era da idade de 28 anos, isso em 1998, fui fazer um curso de especialização em Hermenêutica Bíblica, no CETEOL, em SC. Aos pés do Dr. Estevan F. Kirschner, estudava com afinco as regras e manhas da exegese e hermenêutica bíblica. Observando a piedade daquele erudito, do respeito com que falava das teorias e pressupostos de outros mestres, e de sua notável sapiência, disse-lhe que gostaria de me dedicar ao estudo do grego para ajudar a minha denominação. Depois de explicar o árduo aprendizado da língua até o completo domínio do idioma helênico, deu-me um conselho mais precioso do que todas as regras e teorias hermenêuticas que aprendi durante um mês de ensino intensivo: “Esdras, não busque o sucesso e a fama!” O calor dos seus olhos fazia agudo contraste com o hálito gélido daquele inverno, e suas palavras pareciam ter saído dos lábios de um serafim. Nunca esqueci o conselho recebido, o gosto amargo do chimarrão e a doçura do ensino do professor Kirschner.

Hoje, apenas para ilustrar que Deus honra nossos propósitos, embora ainda tenha o que aprender, já fiz revisão e adaptação técnica do livro de grego da FAETAD, Campinas – incluindo a gravação do áudio – , revisei a obra de Dobson, Aprenda o Grego do Novo Testamento, digitei todo texto grego da obra Comentário de Mateus e Marcos, de A.T. Robertson, e digitei, transliterei e revisei todo Dicionário Grego de Strong e, agora, estou fazendo o mesmo no Comentário de Marvin Vincent, todas obras com o selo da CPAD. Apesar desse árduo trabalho, costumo ouvir aqui e acolá indiretas e provocações de blogueiros criticando-me, nalgumas vezes, debochando, de meu interesse pela língua com a qual o Novo Testamento foi escrito.

Esse sentimento e atitude de não buscar atenção demasiada para si é uma das razões pelas quais não costumo divulgar minha agenda e convites pelo Brasil, e muito menos fazer alarde a respeito dos prêmios e reconhecimentos adquiridos pelo fruto de nosso trabalho. Quando sou perguntado a respeito do motivo pelo qual não divulgo minha agenda em meu blog, informo àqueles que de boa vontade me perguntam, que temo ser tido como arrogante, “palestrante do momento”, “preletor requisitadíssimo” ou ainda não ser bem interpretado.

Entendo que
muitos desejam ter conhecimento de nossa agenda para nos conhecer pessoalmente, nos seminários que ministramos pelo país. Todavia, considero que a pessoa que assim deseja saberá o local em que estarei pelo fato de a própria instituição teológica ou eclesiástica divulgar o evento. Sei que muitos divulgam a badalada agenda como estratégia de marketing pessoal, entretanto, mantendo-me fiel aos princípios ministeriais que fui formado, recuso esse expediente.

Lembro-me muito bem dos ensinos e atitude humilde do Pastor Claudionor de Andrade, em minha opinião, um dos maiores eruditos das Assembleias de Deus. Tenho aprendido muito com esse homem santo. Certa feita, ele recebeu um convite da igreja da Turquia para ministrar um seminário naquele país. Pensei que o Pr. Claudionor aceitaria imediatamente a oportunidade de ministrar no local das Sete Igrejas da Ásia, no entanto, com a mansidão e doçura que são próprias à sua personalidade e formação, recusou educadamente. Esse homem de Deus teme os holofotes terrenais. Nunca cantou os seus feitos e jamais declamou suas realizações, mas em todo tempo, como o imortal Homero, entoa as vitórias de seus amigos, sem qualquer ressentimento.

Tais atitudes me incentivam a seguir sem alarde no Reino de Deus. Apenas para ilustrar, poucas pessoas sabem que fui convidado três vezes para palestrar na Vinacc (Visão Nacional para Consciência Cristã), mas rejeitei por motivos estritamente familiares, isto é, pelo simples fato de escolher ficar com minha esposa e dois filhos. Respeito os meus amigos que divulgam com boas intenções suas agendas, mas escolhi não usar esse recurso, seja por estratégia, seja por falta dela.

Essa postura ministerial e de vida, no entanto, traz rupturas. As regras que procuro seguir são oito. A primeira delas é não se unir a pessoas que buscam fama e sucesso ministerial a todo e qualquer custo, nem que para isso tenham que infamar publicamente os supostos concorrentes. A segunda é não aceitar todo convite para não sacrificar a família, o trabalho, e o estudo acadêmico. A terceira é não fazer do ministério um “pé de meia” para o futuro, quando tudo o mais der errado. A quarta é não buscar o sucesso, a fama e honra para si, fazendo da piedade uma autoafirmação da minha personalidade e talentos naturais. A quinta é jamais usar a simplicidade e acriticidade do povo de Deus como esteio para popularidade e sucesso pessoal. A sexta é não ficar teologicamente em cima do muro para agradar gregos e troianos, mas expressar o que a Bíblia diz sem vacilação. A sétima é não usar a linguagem da piedade e teologal para incensar os próprios feitos. A oitava é ser amigo daqueles que compartilham da mesma visão.

Bom, disse tudo isso para que o leitor entenda o que vou afirmar nas linhas seguintes. Estou muito feliz de ser colunista do CPADNEWS. Principalmente pelo fato de que além do Pr. Silas Daniel, Pr. César Moisés e Pr. Valmir Nascimento; novos, mas não tão novos assim, colunistas foram incorporados ao noticioso. Trata-se do Pr. José Wellington, Pr. Antonio Gilberto, Pr. Elienai Cabral e Pr. Claudionor de Andrade. A razão é que esses notáveis filhos de Deus são obreiros experientes, autores e administradores consagrados, responsáveis pela formação de milhares servos do Senhor no Brasil e no exterior. Além disso, toda a minha geração aprendeu a Bíblia e os fundamentos da fé por meio da instrumentalidade desses heróis de Deus. Quantas lições bíblicas dominicais, extraídas da pena pentecostal desses denodados, foram ensinadas à geração da qual faço parte, juntamente com meus companheiros de lavra! E agora, três escritores da nova geração têm o privilégio de compartilhar um espaço tão especial com esses literatos já consagrados pela crítica e público.

Obrigado Senhor!

Parabéns CPADNEWS

55 comentários:

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Esdras:

Esse é um texto escrito com graça e verdade! O que está por trás da forma mostra que saiu do fundo do coração. É o que eu chamo de mensagem necessária. Não é preciso, portanto, que eu o repita, mesmo com outras palavras.

De qualquer modo, creio que você, em certo sentido, nada mais faz do que fez o apóstolo Paulo em 1 Coríntios 9, que precisou pôr as coisas em seus devidos lugares diante dos soberbos, arrogantes, presunçosos, orgulhosos, atrevidos, hipócritas, insossos,amantes da vaidade, dissimuladores, adoradores do humanismo, ávidos pelo aplauso, marqueteiros de si próprios e vestidos da falsa piedade.

Você foi simplesmente bíblico. E disse o que precisava ser dito, embora muitos, por não se darem conta ainda da altivez do coração enganoso, não venham a atinar, no primeiro momento, que o seu texto é o extravasar santo, oportuno e legítimo de um coração, que, ao lado de outros, vem suportando calado há tempos a língua ferina, astuciosa e maledicente de blogueiros apontam suas baterias para você e alguns outros.

Blogueiros que, na verdade, vestem todas as carapuças pela simples razão de elas, lamentavelmente, lhes servirem. Blogueiros que se alimentam da lisonja, porque é a força motriz que dá asas à sua petulância de achar-se o centro do mundo, embora tentem vender aos incautos uma pretensa humildade.

Um deles, que me conhece pessoalmente, por tê-lo encontrado e com ele conversado em diversas ocasiões, bem como já ter pregado em Teresópolis por três noites a meu convite, quando ainda tinha postura no limite do aceitável, teve a coragem de escrever no twitter que não me conhecia, alegando para isso o fato de já ter visitado mais de 67 países e pregado em mais de 1600 cidades, o que não lhe permitia conhecer todo o mundo. Mas tratou-se simplesmente de evasiva pelo simples motivo de que hoje divirjo dele e combato com veemência o seu tom de pregador triunfalista e as suas mentiras políticas.

Outro, em suas entrelinhas, chega ao desvario de achar que o meu desejo (considera que seja o seu e de outros também) é competir com ele em todos os campos, como se eu fosse alguém sem história a necessitar desse recurso fradulento, pecaminoso e vergonhoso.

Como você, jamais publiquei minha agenda em blog e sequer imponho caprichos aonde vou. Já dormi até em rede (os irmãos de Zé Doca, no Maranhão que o digam) e me torno um com aqueles aonde tenho tido o privilégio de ministrar. Mas ultimamente, quando achei por bem publicar a minha agenda mensal até para calar-lhe a boca, não por necessidade, não deixou de alfinetar-me por "minha incoerência". Acho que, como Paulo, vou publicar no blog o meu histórico.

Bem, eu iria longe. Mas termino deixando claro que sou solidário a você e a todos os demais que têm sido atacados (mas não atingidos) por essas flechas venenosas.

Abraços!

Anônimo disse...

“Esdras”,

Desculpe-me, mas acho que toda essa argumentação não passa de recalque e inveja. Acho que “você” não expõe a sua agenda porque na realidade não têm grandes convites, não vai ao exterior (a não ser aquela única vez que foi a Portugal) e tem de trabalhar muito para cuidar de suas obrigações. Quer saber, acho que “você” contou essa história da Vinacc para me alfinetar, pois você rejeitou o convite três vezes e eu estive lá exatamente três vezes! Coincidência? Duvido! Isso é provocação! Na realidade, “você” está com inveja porque neste ano, segundo estimativas, durante todos os dias do evento passaram por lá aproximadamente 80 mil pessoas (isso contando todas as reuniões de cultos no período noturno e os mais de 40 seminários realizados durante o dia, além dos eventos ocorridos nos espaços Kids e Teen)! “Você”, que é um arminiano doente (ou já está mudando de posição...), deve ter acompanhado via internet a mensagem pregada pelo pastor presbiteriano, Antonio Carlos, da ong Rio de Paz, no último dia do evento e ficou com inveja do público de 6.500 pessoas que ouviu aquela inspirada pregação.

“Você” que parecia tão ético vem falar sobre ter sido apresentado pelo pastor Antonio Gilberto, e que revisou obras importantes para o estudo teológico? Ah, faça-me o favor! “Você” só tem tempo para isso porque não recebe convites para “ministrar” em eventos durante os finais de semana, que dirá em dias úteis. Sabe de uma coisa? “Você” está mesmo é com inveja. Mas vou lhe ajudar para que “você” abandone esse mau costume. Faça o seguinte: Divulgue sua agenda em letras garrafais e pare de dar aulas à noite. Comece a aceitar convites dias de semana e peça aos pastores que solicitem aos seus superiores sua presença indispensável nos eventos das igrejas. Sabe o que vai acontecer? Com a divulgação da agenda, as pessoas que acessam seu blog vão ter a impressão que “você” é muito requisitado. Isso, comprovadamente as influenciará a convidá-lo também. Vou lhe dar ainda mais uma dica. Se no início você não receber muitos convites, adote o seguinte artifício (para enganar a percepção dos internautas apressadinhos), divulgue as reuniões em que “você” estará em sua própria igreja (mesmo não sendo o “preletor da noite”), pois dará a impressão que “você” não tem muito tempo de frequentar a sua própria congregação, mas devido ao fato de ser uma celebridade, nem mesmo os crentes de sua congregação devem perder de estar ali para, ao menos, “contemplá-lo”.

Outra coisa, esse negócio de ficar citando nomes de importantes líderes, tenho certeza, é apenas para dar a entender que “você” se equipara a eles! Fala a verdade rapaz, “você” está mesmo é querendo pegar carona na história e no prestígio deles! E isso, “você” sabe, é uma forma sórdida de fazer-se, pois é preciso não apenas conhecimento e erudição, mas, acima de tudo, caráter e personalidade para se tornar como eles. Pessoas como “você” (ávidas por holofotes), que não têm identidade própria, que vivem na aba dos outros e que, para mudar de posição teológica e ideológica, basta apenas ser conveniente, não são dignas de estar ao lado desses homens não, enxergue-se! Esse negócio de dizer que tem alguém lhe criticando pelos blogs é apenas uma forma de se fazer de vítima. Cuidado, se isso atrai seguidores e asseclas para lhe defender (apesar de que quando isso não acontece “você” cria perfis falsos para se autocriticar e depois autodefender-se, atraindo polêmicas mateosóficas para o seu blog), por outro lado demonstra o seu narcisismo (achando-se o centro do universo e que tudo que se escreve no universo virtual é endereçado a “você”), e pior ainda, evidencia que “você” tem muita culpa no cartório e precisa detonar (por antecipação) àqueles que podem tirar-lhe a máscara e revelar as reais razões de toda essa sua “síndrome de conspiração”... Não provoque quem está quieto, pois “você” pode arruinar-se de vez.


*****************************************************************

César Moisés disse...

Caro Esdras Bentho,

Seu texto é, para dizer o mínimo, esclarecedor. Parabéns! Lamentavelmente, faltam perspicácia e sutileza, sendo preciso que se diga abertamente o porquê de não se adotar determinadas posturas. Mas aí está dito e, se alguém (pessoas de bem, é claro, e que merecem a nossa satisfação) ainda tinha dúvidas de o porquê você abandonou a blogosfera (mas na sequência retornou e isso é um direito seu) e igualmente a minha pessoa, não resta mais nada a dizer.

Obrigado pela deferência. Realmente, sentimo-nos honrados com os novos colunistas (pastores José Wellington, Antônio Gilberto, Elienai Cabral e Claudionor de Andrade) do portal CPADNews e, se isso por um lado alegra a muitos, certamente incomoda outros...


Um grande abraço,

Marcelo de Oliveira e Oliveira - RJ disse...

Caro Esdras,

Simplicidade, recato e discrição são características patentes na vida e no ministério de Jesus. Quando o Mestre amado percebia que sua audiência estava além da conta, rapidamente se retirava de Jerusalém e conservava-se fora dela (Mc 2.45).
Há períodos em nossa vida, que para não vender a alma, é preciso parar, recuar e repensar todos os passos peregrinados até aquele momento. Porém, reconheço que para fazer este exercício é preciso nutrir uma consciência sensível, em Cristo Jesus. Os que a cauterizam não se convencem do estado deplorável em que se encontram. É triste quando o ser humano atinge este estágio (cont.).

Marcelo de Oliveira e Oliveira - RJ disse...

(cont.)
Deus nos livre da doença denominada “narcisismo”! O narcisista faz de sua vida e a de sua família tornarem-se insuportáveis. Seus relacionamentos não passam do blog, internet ou qualquer outro meio de comunicação onde sua verdadeira face não pode ser revelada. Entretanto, quando ele estabelece uma relação pessoal fora destes instrumentos comunicativos, e com gente de carne e osso, a máscara cai, a verdadeira personalidade se revela e seu caráter é conhecido por todos. Ainda que a maioria de seus admiradores não perceba esta doença nele, os que conviveram próximo sabem exatamente de quem se trata.
Em Cristo não há máscara, não há personalidade oculta e nem falha no caráter. Mas apenas uma pessoa simples com personalidade plena e de caráter aprovado: “Eu Sou o que Sou”. Precisamos ser livres das falhas no caráter. Temos de ser Homem!

Paz e Bem!

Marcelo de Oliveira e Oliveira - RJ disse...

Caro Esdras,

Só reficando a referência bíblica:

Mc 1.45.

Francikley Vito disse...

Caro Pr. Esdras,
Parabéns pelo artigo. Lamento, contudo, as palavras dos "sem nome" que sob a mascara do anonimato ofendem aqueles que querem - com a vida e o nome - servir a Deus. Um abraço.
www.vosbi.bogspot.com

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Esdras:

Embora o "anônimo" acima tenha sido cáustico em seu comentário ao referir-se ao pastor "Esdras", peercebo que ele usou a linguagem do absurdo" de modo que quem lê entenda sem entender.

Abraços!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Pastor Esdras.

Ao longo de quase cinco anos em que estou na Blogosfera Evangélica, considero o Teologia e Graça uma referência importante. Nele, os internautas encontram conhecimento de valor.

Li esta postagem por volta das 5 horas, dessa quinta, 17 de março. E volto a ela às 21h30, através de um link de direcionamento encontrado no blog Manhã com a Bíblia, do Pr. Geremias do Couto, mais precisamente no artigo Carta Aberta ao Pr. Esdras Costa Bentho.

Penso em publicar essa postagem no UBE Blogs – União de Blogueiros Evangélicos, projeto bem sucedido, que começou com sua importantíssima participação em meados de 2007, ao lado de Valmir Nascimento Milomen e Altair Germano, embora não tenha feito questão de holofotes sobre si por este feito. Hoje, a rede social do projeto UBE reúne aproximadamente 12.300 membros, recebe uma média de 150 adesões semanais.

Que o Senhor o conserve assim!

Deus o abençoe.

Wagner disse...

Meu amigo Esdras Bento

Você notou o portugues perfeito do anônimo? Rapaz, esse cara conhece todos os teus passos. Será que é ele?

Meu amigo, você não pode deixar passar os métodos ensinados por ele, sabe porque? Haaaaaa, vai se tornar igual a ele.

Desculpe por tal identificação, mas a boca fala do que o coração está cheio. Palavras escritas e faladas podem revelar exatamente o que a pessoa é.

Vai fazer do evangelho negócio, vai ganhar dinheiro trabalhando pouco, enche a tua agenda, porque esse é o conselho de quem tem uma vasta experiência nesse mercado.

Porque será que várias pessoas que viveram no mesmo ambiente de trabalho podem construir tanta antipatia por uma pessoa? Será que todos estão errados e a possoa certa?

Não quero perder tempo com aquilo que não merece o meu tempo, mas uma coisa eu quero guardar: O telhado de todos nós é de vidro.

Um abraço

Adriano Lima disse...

Prezado Professor Esdras,

Esse sim é um texto que proporciona prazer ao leitor. Pois está livre de preconceito e arrogância. O indivíduo que não tem caráter suficiente para se identificar, por isso fala como "anônimo" sugeriu que você pare de dar aulas anoite, mas é importante que seja dito, que o senhor dar aulas em uma instituição de Ensino Superior devidamente credenciada no ministério da Educação e Cultura por que tem condições intelectuais para isso. Talvez essa seja uma das razões amargas da insatisfação de algumas pessoas.

VOCÊ É UMA BENÇÃO PARA A EDUCAÇÃO CRISTÃ DO NOSSO PAÍS.

Com Admiração,

Adriano Lima.

Nilton Rodolfo disse...

Parabéns pelo texto, Pr. Esdras!

Gostaria de agradecê-lo pelos novos textos publicados no Teologia e Graça- é muito bom ter o senhor ativo na blogosfera novamente.

Que Deus lhe abençoe grandemente!

Embora o senhor não seja uma estrela no mundo teológico (e nem precisa ser...risos), tenho vontade de conhecê-lo pessoalmente- assim como meus amigos Victor Leonardo e Carlos Eduardo tiveram este prazer. Mas é Deus quem sabe.

Um grande abraço em Cristo Jesus!

Ricardo Mamedes disse...

Caro Pastor Esdras,

O seu texto é notável. Não somente pela fina erudição, mas, principalmente, pela humildade que transparece dele. Gostei dos seus "oito pontos" , embora também aprecie os "cinco".

Gostaria de revelar que penso semelhante ao pastor quanto a princípios, caráter, desapego aos holofotes. Se for para incensar, que seja exclusivamente àquele que se deu em sacrifício em favor de muitos, o Cristo crucificado e ressurreto.

Esta confusa blogosfera por vezes me faz pensar na "Divina comédia" de Dante (esquecendo-nos, obviamente, do seu viés romanista), no que se refere principalmente aos "sete pecados capitais". Há "incensados" pastores, pequenos vagalumes, que passam a vida a cometer diuturnamente pelo menos três deles: a ira, a inveja e o orgulho - principalmente este último. Oh, quão orgulhosos são!!!

Um expediente por demais reprovável que costumam também usar (alguns pastores autoincensados da net), é a manipulação dos seus incautos seguidores... Tudo isto, com um ar pedante de falsa piedade cristã.

Queira desculpar-me as palavras duras, mas eu não podia evitar de pronunciá-las em momento tão oportuno, à sombra de tão lúcido texto.

Estou seguindo o seu blog e espero vir por aqui continuamente. Convido-o a fazer uma visita ao meu pequeno espaço virtual.

Em Cristo.

Ricardo.

Anônimo disse...

Wagner,

Você nem sabe da história, eles são um bando de invejosos. Uma panela do mal. Você também faz parte?

Wagner disse...

Anônimo, se identifique por favor

Primeiro, a questão não é o conhecimento dos fatos. Como eu disse, estou analisando apenas as palavras.

Você percebe que as tuas palavras foram azedas e pessoais? Então, o que está claro pra mim deve estar muito mais claro para você.

Realmente não conheço todos os fatos, mas estamos todos no mesmo barco ou não?

Panela do mau? Quem te revelou? Quem te deu autoridade para estabelecer juízo sobre as pessoas?
Amigo, já vi muita gente de Deus fazer coisas erradas e muita gente que não tem nenhuma identificação religiosa fazendo coisas boas. Como julgar o momento de cada um?

És perfeito? eu não sou. Reconheço que tenho prazer na lei de Deus, mas vejo outra lei em meus membros.Reconhecer isso é estar no mesmo nível de todos.

Vamos aumentar o nível dos comentários? Que tal?

Valdeci do Carmo disse...

Parabéns pastor Esdras. Que Deus continue lhe abençoando e que o senhor continue transmitindo conhecimento e lição de humildade para nós.

Valdeci

Iraci disse...

Pr. Esdras.
Li seu texto e realmente, és um discipulo do Pr. Antonio Gilberto.
Meu primeiro contato, tendo o senhor como Palestrante e pardalzinho... lembra que foi convidado a cantar e o Sr disse que o pardal também cantava?... foi na Confraternização de EBD, em Fortaleza. Naquela época, já se percebia o grande talento que possuias e a capacidade de servir ao Senhor, repassando seu conhecimento com bastante competência. Lembro que mais tarde, no hotel, o Pr. Antonio Gilberto, conversava conosco, as baianas, e se referiu a sua pessoa como uma pessoa especial. Precisamos de verdadeiros lideres e o Sr é um deles. Preparado e escolhido por Deus, junto e aliado a tantos outros. Admiro muito todos os servos, comprometidos com o reino de Deus. Parabéns!

Anônimo disse...

Katia Nascimento publicou no seu Mural.

Katia escreveu:
"Parabéns!!!! Professor,que Deus continue te dando sabedoria,conhecimento da palavra D'ele para que vc continue sendo este Instrumento Maravilhoso nas mãos Senhor, e que a unção do D'ele continue descendo sobre vc e sua família e no seu ministério,já fiz a Leitura das Carpideiras e gostei muito principa...lmente das piadas de carpideiras... e da poesia,enfim todo o material é excelente,principalmente quando vc escreve falando do seu aprendizado com alguns mestres da Teologia e cita-os como exemplo pra vc e na sua caminhada, e continue assim desse jeito que vc é, Deus se agrada da Intereza do seu coração. Kátia Regina R.S.Nascimento
sua aluna da faecad.Muito obrigada pelos seus ensinamentos,por tudo de melhor que vc passa pra gente,obrigada mesmo.Shalon Adonay"

Responda a este e-mail para comentar essa publicação.

zwinglio rodrigues disse...

Pr. Bentho, paz!

Vejam como são as coisas:

Existem alguns poucos blogueiros ligados à AD que eu conheço desde os idos de 2007.

Tem uns dois que gostam de expor os convites que lhes foram feitos para pregar ali e acolá. Desses dois, tem um que me inspira muita humildade mesmo com suas divulgações [o que não está errado].

Já um outro, me faz sentir que ele é louco pelo estrelato.

Há meses que não acesso o blog deste último. Quando, em um determinado mês, resolvo fazer uma visita, as coisas ficam apenas nesta visita única. Ou seja, o blog e o blogueiro em questão não me convencem.

Razão:

as coisas que ele escreve são razas; mais razas que as que escrevo em Dokimos [assim considero].

Vejo muita propaganda e pouco conteúdo.

Bom, isso um problema dele.

Já no caso do seu blog, não fico sem visitá-lo pelo menos 3 vezes, ou mais, por semana.

Aqui encontro qualidade, edificação, textos bem construídos, bem amarrados, que fazem o meu pensar teológico ser desafiado.

Nunca, confesso-lhe, pensei nas razões porque não há por aqui divulgação de agenda. Isso porque nunca visitei este blog atrás disso e o que aqui encontro não me permite perder tempo com curiosidades sobre sua agenda, seja ela qual for.

Portanto, meu irmão, no que depender de mim, não precisas divulgar agendas e trabalhos que você executa, basta que você continue brindando a blogosfera cristã com seus textos belíssimos e significativos.

Abraços!

Valdeci do Carmo disse...

Pastor Esdras não se deixe abater pelas calúnias ou críticas recebidas. Continue fazendo o melhor daquilo que Deus te entregou. Só para todos saibam eu tenho o livro da FAETAD, pois sou aluno desta conceituada escola fundada pelo saudoso Bernard Johnsom.No livro que o senhor citou consta desta forma: "Consultor para versão em língua portuguesa e voz para áudio em português." Parabéns pelo seu tremendo esforço e pela imensa contribuição estendida aos obreiros da vasta seara divina.

semeadores disse...

Amados em Cristo,
Carecemos descansar nossas almas no suave julgo do Mestre do Amor, o fardo já anda pesado demais, vejo a partir de mim a necessidade de ser mais manso e humilde de coração (Mt 11:29). É preciso que haja em nós amados, o mesmo sentimento que houve no Cristo (Fl 2:6-8), que cada um de nós considere o outro superior (isto em sinceridade e amor - Rm 12:10)pois é nisto que seremos conhecidos; no Amor um para com o outro - João 13:15.

Aos meus amados mestres
Nele que é o Mestre do Caminho.


"Oração do dia, para Frutos da eternidade.

Paizinho, peço que em meu espírito ajudes a produzir o Amor mais profundo, a Alegria mais eterna e a Paz mais fecunda. Que para o outro eu seja Paciência em meio a confusão, Bondade em meio à dureza de coração,Fidelidade em meio à traição. Que em um mundo de religião possa eu ser verdadeiramente Manso e Humilde de coração. Pai, começa em mim produzir a Harmonia que o mundo precisa sentir".

Semeadores da Paz.
(Texto por: Jonatha Santos)

Edinho disse...

Paz de Cristo esteja sobre todos vós, Meu amigo e Prof. Esdras, li todo o seu post. e todos os comentários feitos não comentei antes pela falta de tempo, pois tinha ficado muito tarde e eu estava cansado, queria fazê-lo com mais tempo e cabeça para isso.
Gostaria de primeiro deixar-lhe um texto bíblico para meditação, rsrsrs,: a bíblia nos afirma por sábias Palavras que é pelos Frutos que se conhece a arvore, o tempo que te conheço e tenho como testemunho tua vida me leva à abrir minha boca para falar por onde passo sobre teu compromisso enquanto profissional da área de educação e tudo quanto mais tu tens se proposto a fazer, lembro de uma vez em sala de aula a 3 anos e meio um trabalho em que pedistes que fizéssemos, numa turma de quase 40 alunos tu entregastes todos os trabalhos e segurastes 2, motivo? Estes dois haviam feito trabalhos idênticos, isso demonstra dedicação e compromisso com aquilo que fazes, comento por onde passo sobre este fato, julguei de uma grandeza muito grande, ler trabalho por trabalho e identificar 2 semelhantes, quantos professores se dão este trabalho? Quero te parabenizar e não gostaria de dar sequer uma linha para este tal “anônimo”, lembra dos frutos da tal arvore? Como meu amigo pessoal e grande homem de Deus(embora muitos não concordem com isso, rsrsrs) Wagner disse, que o coração fala do que está cheio, eu Também imagino quem seja este tal “anônimo”, porém ele já teve seu momento de fama, “se é aplauso que eles querem, já digo que já vos tem” outro texto bíblico, rsrsrs, Parabéns, não precisarias nem postar sobre isso, quem te conhece sabe um pouco do que falaste aqui. (é pelo fruto, sempre por eles que conhecemos as arvores)
Deus te abençoe e guarde, um grande abraço ao meu MS Cesar Moisés, meus amigos Wagner, Marcelo Oliveira, Kátia Regina e os demais.
Edson Viana(Edinho)

Nemex disse...

Pr. Esdras bom dia!
Graça e paz!
Quem o conhece pessoalmente ou por meio dos seus livros sabe de sua inteligência, dedicação à Palavra de Deus e não apenas te respeitam como o apoiam.
Eu te conheço apenas por suas postagens aqui e pelo "Hermenêutica fácil e descomplicada" que cumpre fielmente seu propósito de modo absolutamente claro até mesmo para mim, que só estudei as línguas originais superficialmente.
Acho que aqueles que te criticam não fariam 1% do que fizeste, mas a incapacidade deles deve ser tão dominadora de si mesmos que os impede de admiti-lo. Eles nos servem para testar nossas virtudes e como objeto de nossa dó e de nossas orações, mas não mais que isso.
Não se deixe abalar por tão desprezíveis juízos de valor, sem qualquer utilidade para a instrução acadêmica ou para a edificação e solidificação da Igreja de Cristo, pois como eu disse: quem te conhece te respeita mas quem te inveja jamais te valorizará e continuará pensando que te menosprezando estará recebendo chancela de Deus. Deixe- os a si mesmos!
Graça e paz!

Nemex disse...

Pr. Esdras bom dia!
Graça e paz!
Quem o conhece pessoalmente ou por meio dos seus livros sabe de sua inteligência, dedicação à Palavra de Deus e não apenas te respeitam como o apoiam.
Eu te conheço apenas por suas postagens aqui e pelos Igreja: identidade e símbolos e Hermenêutica fácil e descomplicada que cumpre fielmente seu propósito de modo absolutamente claro até mesmo para mim, que só estudei as línguas originais superficialmente.
Acho que aqueles que te criticam não fariam 1% do que fizeste, mas a incapacidade deles deve ser tão dominadora de si mesmos que os impede de admiti-lo. Eles nos servem para testar nossas virtudes e como objeto de nossa dó e de nossas orações, mas não mais que isso.
Não se deixe abalar por tão desprezíveis juízos de valor, sem qualquer utilidade para a instrução acadêmica ou para a edificação e solidificação da Igreja de Cristo, pois como eu disse: quem te conhece te respeita mas quem te inveja jamais te valorizará e continuará pensando que te menosprezando estará recebendo chancela de Deus. Deixe- os a si mesmos!
Graça e paz!

Nemex disse...

Pr. Esdras bom dia!
Graça e paz!
Quem o conhece pessoalmente ou por meio dos seus livros sabe de sua inteligência, dedicação à Palavra de Deus e não apenas te respeitam como o apoiam.
Eu te conheço apenas por suas postagens aqui e pelos Igreja: identidade e símbolos e Hermenêutica fácil e descomplicada que cumpre fielmente seu propósito de modo absolutamente claro até mesmo para mim, que só estudei as línguas originais superficialmente.
Acho que aqueles que te criticam não fariam 1% do que fizeste, mas a incapacidade deles deve ser tão dominadora de si mesmos que os impede de admiti-lo. Eles nos servem para testar nossas virtudes e como objeto de nossa dó e de nossas orações, mas não mais que isso.
Não se deixe abalar por tão desprezíveis juízos de valor, sem qualquer utilidade para a instrução acadêmica ou para a edificação e solidificação da Igreja de Cristo, pois como eu disse: quem te conhece te respeita mas quem te inveja jamais te valorizará e continuará pensando que te menosprezando estará recebendo chancela de Deus. Deixe- os a si mesmos!
Graça e paz!

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e pastor Esdras Costa Bentho,

A Paz do Senhor!

O episódio é lamentável, porém, o seu post, assim como o do nobre amigo em comum pastor Geremias Couto, intitulado "Carta aberta ao Pr. Esdras", cumprem o papel de nos fazer crescer na compreensão, e também nos edificar na condição de discípulos de Cristo, nos quesitos de "humildade e relacionamento".

Quanto ao nosso "irmão blogueiro" (seja ele quem for) e seu "advogado anônimo", que a meu ver trata-se da mesma pessoa, até prova em contrário, só nos resta orar, uma vez que o amado já o refutou em tom sincero, cristão e erudito.

Aqui na blogosfera, quem chega e se afasta pode até deixar uma impressão enganosa, mas quem por aqui fica, não há como enganar eternamente.

Artigos, posturas, postagens, comentários e respostas a comentários, seja em seu próprio blog ou de outros, tudo isso juntamente, coopera para uma clara compreensão do nosso caráter.

Se alguém se utiliza da frieza do ambiente virtual para tentar esconder sua "dupla personalidade", que saia dele o quanto antes, pois não será possível conseguir o seu intento. Esse é um conselho para quem assim tenta fazer.

A blogosfera é como uma balança:

Em um prato traz a projeção, no outro revela o caráter. Se não houver equilíbrio... é isso aí!

Pela sua expoente condição de teólogo, professor e escritor, bem como pelas nobres funções que o Senhor atribuiu ao seu ministério, nada ousaria te dizer, mas como amigo e pastor, apenas aconselho:

Como Paulo disse a Tito, já demonstraste em tuas palavras, que nelas há poder para combater o contradizente. Agora, entrega-o nas mãos de Deus que sabe melhor como cuidar dele. Continua em tua jornada, afinal de contas, és muito útil para nossas vidas e ministério.

Esse tal "irmão blogueiro", que não conheço, talvez até tenha muito conhecimento, mas pelo jeito não passa de um neófito, pelo menos por enquanto, mas o neófito ainda pode amadurecer e deixar de ser precoce. Quem sabe assim seu conhecimento ainda será muito últil a todos nós.

Oremos por ele.

Um grande abraço!

Seu conservo,

Pr. Carlos Roberto

Evandro Lemes disse...

Mas como vocês pastores pentecostais ficam dando "cutucadas" uns nos outros e ameaçando dar "nome aos bois" se o outro der uma cutucada em vocês... Não é a primeira vez que leio num blog de um pastor pentecostal postagem deste teor. Por isso as igrejas pentecostais hoje em dia tem poucas referencias, penso que cada um de vocês está pouco preocupado com a glória de Deus, ao invés disso estão mais preocupados com a honra própria. Acho que vocês visitam o blog um dos outros pra de duas uma: 1) ficar um bajulando o outro devido ao que é ou que faz pela causa do "evangelho" ou 2) para ver se alguém está dando uma indireta em vocês e para vocês revidarem. Lamentável a atitude de vocês, e lamentável até a minha que perco tempo lendo suas briguinhas... Acho que não preciso dizer para vocês que o diabo tem poder até de nas boas intenções (de exortar um irmão na fé) transformar isso em algo orgulhoso. Pelo que parece para vocês existe amor a verdade mas não amor ao próximo. Espero que qualquer dia destes Deus pelo Seu imenso amor e operação graciosa do Espírito Santo levem a vocês a abandonarem as brigas pessoais pelo preocupação com a causa de Deus.
Evandro Lemes.
São José dos Campos.

Esdras Costa Bentho disse...

kharis kai eirene

Evandro, concordo com você em gênero, grau e número. Nos arquivos desse blog não consta um só texto escrito para "cutucar" ou criticar alguém, muito pelo contrário. Sempre desmotivei qualquer discussão supérflua e dirigida a qualquer blogueiro.
Por causa de picuinhas como essa que desisti de continuar com o blogue, principalmente, como você sabiamente observou, pelo fato de essa prática malsã estar muito arraigada à blogosfera pentecostal.
Obrigado por sua participação e apóio cada sílaba de suas palavras.

Esdras

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Obrigado a todos pela participação. Acredito não ser necessário responder e agradecer a cada blogueiro individualmente. Minha resposta, suponho, está inserida no próprio post.

Esdras

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Esdras:

Peçoo vênia para publicar no meu blog os oito pontos ao lado com o devido crédito.

É possível?

Obrigado!

Robson Aguiar disse...

Pr. Geremias e Pastor Esdras,

Parabéns pelos temas propostos.

Venho aqui só para registrar meu apoio aos irmãos quanto ao conteúdo de vossas postagens.

Escrevi uma postagem em meu blog sobre o assunto, externando publicamente o que penso.

Tá difícil escrever algo hoje em dia que alguém não tome pra si. Nesse caso em especial, parece ser sempre a mesma pessoa.

Pode aguardar, que o “anônimo” vai postar algo a respeito do assunto, por sua vez, posando de vítima.

César Moisés disse...

Caro Esdras Bentho,

Percebo nas palavras do pastor Carlos Roberto e do irmão Evandro Lemes, advertências que devem ser levadas a sério.

O conselho do primeiro deve ser seguido à risca pelos que sabem que possuem um caráter dúbio. Já o do segundo, serve para todos nós e, como você disse, essa é a razão principal porque ambos "saímos" do ambiente da blogosfera.

O pastor Carlos deve lembrar-se da última postagem que fiz, no dia 3 de janeiro deste ano, antes de encerrar o blog: “A propósito de uma disputa ministerial que nunca aconteceu”. Inclusive, o senhor postou um comentário. Digo isso apenas para exemplificar, mais uma vez, o porquê do encerramento de minhas atividades com o meu blog particular.

Nesse dia, passando pelo twitter do indivíduo que motivou esse novo azedume entre nós, lá estava escrito (algo mais ou menos assim): "Início de ano é sempre uma oportunidade para mudar. Mas parece que o pastor anão já começou de novo. Entra ano e sai ano e o pastor anão só cresce a cabeça. Cresça pastor anão!"

Diante disso, refleti: "Seria melhor parar com o meu blog particular, pois não tenho tempo e, ainda por cima, tudo que escrevo, ele toma para si". E isso tudo por quê? Pelo simples fato de que, como disse o pastor Geremias do Couto, todas as carapuças lhe servem!

Assim, para evitar desgaste e piores consequências que as da situação anterior (e de muitas outras!), resolvi abandonar a blogosfera.

Encerrei meu blog e, nunca disse que recebi ligações e e-mails de irmãos de partes diferentes do país, questionando-me e pedindo que reconsiderasse minha decisão.

Inclusive, na postagem de encerramento do blog, recebi um comentário do senhor pastor Carlos e de várias outras pessoas. No entanto, em meio aos comentários havia um "anônimo" que não posso afirmar, mas presumir quem o fez, que dizia: "Graças a Deus". Assim, como já havia decidido não envolver-me em discussões infrutíferas cujo único prejudicado seria eu, ignorei.

Contudo, infelizmente, os colegas que ainda acessam o blog do indivíduo (desde o dia da mudança do horário de verão, em 17 de outubro do ano passado não mais acessei o blog e isso tem me feito muitíssimo bem), depararam-se com uma provocação que não se justifica principalmente vindo de alguém que sabe muito bem que, em termos de credibilidade, não tem condições de falar com quem o conhece fora (e antes) do ambiente virtual.

De minha parte estou fora desse imbróglio, ainda que tenha sido o mais visado nas palavras levianas que foram expressas pelo indivíduo, porém, deixo o aviso: Já estou cansado de ser alvo de alfinetadas e acusações por parte de quem deve primeiramente consertar a sua vida em muitas áreas antes de dizer o que disse.

Na época da outra polêmica, apesar de ver minhas palavras serem astuciosamente torcidas com a clara intenção de prejudicar-me perante o público, suportei porque o assunto “manteve-se no campo das ideias”. Porém, parece que agora a conversa é outra e envolve o campo da moral, da credibilidade, e isso não é brincadeirinha, portanto, se houver qualquer outra provocação, ou atitude de retaliação envolvendo instituições e pessoas que nada tem com isso com a intenção de nos calar (envio de e-mails pedindo proteção, por exemplo), a faxina será completa!

Assim como os irmãos, não dependo de blog para sobreviver ministerialmente, e preferi sair para não dar mau testemunho com essas picuinhas. Porém, se precisar, estarei me pronunciando e sendo responsável suficiente por todas as minhas afirmações juntamente com todos os envolvidos neste caso e uma grande “nuvem de testemunhas”.

serralheria disse...

Paz de Cristo seja sobre todos, gostaria de deixar mais uma contribuição. EVANDRO meu amigo e irmão, suas palavras estão repletas de verdades, todavia gostaria de enfatizar uma coisa, sou Cristão Protestante de linhagem BATISTA e me identifico um pouco mais com a linha teológica liberal(não liberalista), me sinto bem a vontade de me pronunciar a respeito.
Quando vc coloca Pr. Pentecostais vc está generalizando demais, vc tem razão em sua denúncia, só o perde quando generaliza para pentecostais, este, é um problema universal e se encontra em todo tipo de seguimento e não seria diferente numa igreja pentecostal, onde quer que formos encontraremos estes problemas.
Para meu amigo e Ms. Esdras Bentho, gostaria de continuar contando em meus blogs de estudos e pesquisas com seus comentários teológicos, pois, são de uma relevância muito grande ao universo teológico e acadêmico. Paz Edson Viana(Edinho)

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Pr. Geremias, pode usar as oito regras, assim como todo e qualquer blogueiro que desejar.

Valmir Nascimento disse...

Pr. Esdras,

Apreciei muito o seu artigo. Às vezes torna-se extremamente necessário que questões como essa sejam pontuadas. Pessoas como tais, que se escondem atrás das máscaras da falsa humildade, devem receber a repressão bíblica devida, a fim de que reavaliem a forma como estão a conduzir seus "ministérios".

Além de ter o privilégio de manter uma coluna no CPADNews, ao lado do nobre colega e dos demais que lá escrevem (tanto antigos como novos), conheço-o pessoalmente (pr. Esdras). Tive a oportunidade de recebê-lo em nossa congregação, bem como em minha casa. E pude ver o modo simples e verdadeiro como vive o evangelho e desempenha o seu ministério.

Além disso, como bem lembrou o Eliseu, apesar de ser um dos idealizadores da UBE, nunca demonstrou vaidade a reivindicar qualquer "direito" ou propaganda.

A verdade, caro Esdras, é que infelizmente existem muitos blogueiros que se escondem por detrás de seus posts e "ministérios da apologia", quando na verdade, não passam de gente arrogante e que precisam da mesma correção daqueles contra quem reverberam, que são os pregadores da prosperidade e do triunfalismo.

Mas, existem muitos blogueiros crentes; que apesar de divergirem em alguns pontos, mantém uma procedência condizente; sem duplicidade de caráter.

E, coincidentemente, alguns desses blogueiros manifestaram-se antes de mim aqui no post; como o Pr. Geremias do Couto, Pr. César Moisés (que infelizmente retirou-se da blogosfera, com a devida razão, mas que mantém seus escritos ao nosso acesso), Pr. Carlos Roberto, Valdeci do Carmo, Pr. Marcelo Oliveira, Zwinglio Rodrigues...etc

São pessoas como tais, que nos animam a continuar na blogosfera.

Ao contrário do "anônimo" (não tão anônimo assim, porque sua procedência é conhecida dos menos incautos); que sob o pretexto de pregar a verdadeira doutrina, acabou por erguer um altar para a sua própria adoração.

Tenho pena desse "anônimo".

Em Cristo

Valmir Nascimento

ALTAIR GERMANO, disse...

Conheço o pastor Esdras Bentho faz pouco tempo, mas o suficiente para dar testemunho de sua simplicidade e humildade.

O presente texto consegue ser sincero sem ser ofensivo.

Que você caro amigo Esdras, continue firme em suas convicções.

Pr. Altair Germano

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Esdras:

Depoois dos comentários dos blogueiros Valmir Nascimento e Altair Germano, acredito que tudo esteja bem claro como o sol do meridiano.

Percebe-se que o "anônimo" já não pode usar com desenvoltura esse subterfúgio. A neblina que poderia esconder a sua face já está a se dissipar de maneira que já começa a ficar conhecido. Só lhe resta uma coisa, com a qual, creio, todos concordamos: humilhar-se aos pés de Cristo, mudar de atitude e deixar de tratar como desafetos aqueles que, eventualmente, possam divergir de seus posicionamentos, já que o resto está muito bem exposto aqui.

Por outro lado, fica a lição para todos nós. Não nos engrandeçamos por aquilo que Deus faz em nós e por nós, porque, se não for a sua bendita graça, poderemos também acabar incorrendo no mesmo erro.

Não somos nada. Como escreveu Peterson (tem sido a minha leitura nas últimas semanas, além da Biblia, é óbvio), temos de voltar diariamente à estaca zero: Deus Dele provém todas as coisas.

Abraços!

Valdeci do Carmo disse...

É triste ver os grandes servos de Deus vitimados por calúnias e arrogâncias expressas em palavras sob a aparência de piedade. Pastor Esdras sei que o senhor e outros estão sendo criticados e alfinetados com certa arrogância por parte de quem propaga a dita "apologética" sem ser possuidor da verdadeira humildade em Cristo que se manifesta através de nossos atos. Tenho percebido que com o crescimento e a fama no meio evangélico a síndrome de narciso aflorou. Minhas palavras não possuem o peso dos grandes homens que te admiram e o respeitam, mas mesmo assim eu deixo aqui o meu abraço, minhas orações e o desejo que o teu ministério seja profícuo para que naquele dia receba o teu galardão.

Valdeci do Carmo

Geziel Silva Costa disse...

A paz pr Esdras.

O que me chamou atenção, quando ds suas visitas ao MT, foi perceber nas suas ministrções, humildade, simplicidade e dedicação. Isso faz com que Deus te conceda mais. Pois assim ele sabe que não dividirá sua glória. No entanto você será honrado, e do Senhor receberá um grande e avultado galardão.

Abraços
Geziel

Eliel Toledo disse...

Pr. Esdras, receba o meu abraço solidário! Achei lamentável a postagem "anônima" logo após o comentário do Pr. Geremias. Como dizemos aqui no sul, "mas que barbaridade".

Mas sabe que este episódio desafiou meus instintos "sherloquianos", para desvendar a real identidade por tráz do texto, colhi algumas pistas:

Demonstra proximidade contigo, portanto, eixo Rio-São Paulo.

Preletor da "Consciência Cristã 2011" ligado a AD:

1.Gilson e Eliane Deferrari: Não pode ser, São do RS, descartado.

2.Cesar Moisés: Companheiro de CPAD, pode ser mas, creio q trabalhando juntos seria muito improvável tal animosidade.

3.Ciro Zibordi: , blogueiro de sucesso, Niterói, ex-CPAD...será????....Não pode ser, recuso-me a acreditar.

Devo ser péssimo em investigação mesmo.

Próximo passo: Conferir se há recomendações aos blogs uns dos outros.(Teologia e Graça, manhã com Bíblia, Blog do Ciro)

Desculpe a brincadeira meu querido Pr. Esdras, grande abraço na Paz de nosso Senhor,

Eliel
Tupanciretã/RS

André Silva disse...

Paz do Senhor, PR. Esdras.

Estive em Balneário Camboriú no Congresso de Educação e evangelismo infanto - Juvenil e o senhor foi um dos professores, tive o prazer de conhecê-lo e de receber uma execelente aula, pena que o que é bom dura pouco.

Quanto ao anônimo acusador,acabei lembranbo que Jesus foi acusado de operar milagres por Belzebu, talvez a síndrome deste acusador seja a mesma desse anônimo ou talvez este irmão tenha a pompa de mestre como Nicodemus, porém seu espaço no Reino Celestial ainda está fechado, posto que se não nascer de novo é só rugido de fariseu e nada mais. Oremos por ele.

No mais, que o Senhor Jesus continue abençoando seu ministério e sua família.
Em Cristo,
André silva - PE

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Todos, indistintamente, somos crentes em Cristo Jesus, responsáveis por aquilo que escrevemos e falamos.

Qualquer pessoa tem o direito de usar a blogosfera como desejar, mas não pode, de modo algum, alfinetar ou biliscar os outros (que sempre o respeitaram) e depois se fazer de vítima.

Vítima são os que constantemente são vilipendiados, alfinetados e, mesmo assim, assumem uma atitude cristã, ao se calarem, para que o precioso nome de Cristo, nosso meigo Salvador, não seja blasfemado e os crentes neófitos não sejam escandalizados.

Naqueles eventos desagradáveis que envolveram os 100% tomei uma atitude ética e sóbria a respeito do envolvido, enviando-lhe um e-mail, com espírito cristão, chamando-o de companheiro de ministério e apresentando os problemas ministeriais que tal afirmação poderia trazer; como resposta particular, recebi um "muito obrigado", mas publicamente fui escarnecido e alfinetado dias seguidos.

Fiquei quieto...fechei o blog....reabri...até que fui, juntamente com outro companheiro, alvo de um ataque ferino, indiretamente considerado alguém que não tem credibilidade e nada relevante para dizer.

Não se trata de linchamento público, mas defesa pública. Nas ocasiões anteriores me calei, mas dessa vez estou disposto a vencer a mentira, o engano e a altivez de quem quer que seja.

Esdras Bentho

Pr Alessandro Garcia disse...

A paz do Senhor.

Seu texto é, sem dúvida, abençoador.
Quanto ao comentário anônimo de 17 de março de 2011 14:06, eu acho que foi o próprio satanás que enviou. Rejeite e suga em frente, servo de Deus.

zwinglio rodrigues disse...

Irmãos,

quando inicie minha vida de blogueiro, tive o prazer de conhecer pessoas que se tornaram queridas até o dia de hoje. Lá nos inícios [2007 +/-], conheci Ednaldo, um blogueiro pentecostal/calvinista {um herege - rsrsr} gente de primeira e meu amigo virtual a quem desejo e vou conhecer pessoalmente.

Em nossas conversas virtuais, algumas vezes, tecemos comentários sobre os ataques que um outro irmão sempre dirigia aos tele-evangelistas. Pelo que podíamos concluir, através de sentimentos e impressões, era que tal blogueiro, na verdade, tinha o desejo da projeção dos outros como um fato na vida dele.

Através de uma psicologia barata [rsrs], nós fazíamos uma leitura narcisista latente e desejosa de saltar pra fora. Com o tempo, isso foi se confirmando e se confirmou, finalmente.

Esse irmão blogueiro, deixou de me inspirar confiança quando comentou um post onde eu defendia o ministério feminino. Ele elogiava o conteúdo. Ednaldo chegou a ler tal comentário. Depois, ele apagou o comentário e NEGOU que tivesse comentado com o tom de aprovação.

Desde o meu primeiro comentário aqui neste post eu sei de quem estão falando os pastores Esdras e Geremias. É dele que falo também como quem escreve de maneira superficial.

É muito confete e serpetina que vemos esse irmão lançando sobre ele mesmo. Mas, conteúdo que é bom, nada.

********

A VOCÊ, MEU IRMÃO E COLEGA "SUPER REQUISITADO" [SEI QUE VOCÊ ANDA POR AQUI LENDO AS COISAS]:

Faço a afirmação quanto ao conteúdo, porque acho uma petulância você atacar o pr. Esdras quando este se mostra pelos textos, livros e o vídeo ao lado [postado em meu blog] muito mais preparado acadêmica e intelectualmente que você. Pare de se autoenganar! "Desconfiômetro" é necessário à vida de um ministro do Senhor.

Convites pra pregar aqui e acolá; livros publicados; artigos escritos onde quer que seja; entrevistas, etc., tem que ser entregue ao Senhor como sacrifício de louvor e não ser razão de intriga, provocações... principalmente quando o "desafeto" é superior a você.

Se me permiti, quero lhe dar um conselho:

Apresente-se neste fórum [ou melho, faça em particular], se desculpe com o pr. Esdras; reconheça o "q" de narcisista que há em você; mostre-se humilde e siga seu caminho sem ter que estar envolvido em uma situação dessas.

Lhe garanto que é melhor assim.

Não tenho nada pessoal contra você. Mas, desde 2007-2008 que não tenho você em meu blogrol exatamente por causa de sua vaidade e incoerência do PASSADO que se mostra tão escancaradamente nos dias de hoje.

Veja você: em meu primeiro comentário aqui, falei de dois blogueiros assembleianos que divulgam bastante suas agendas. Um deles, que não é você, evidentemente, é o Altair Germano, um exemplo a ser seguido na blogosfera. Imite-o!

Eu me chamo Zwinglio, como você sabe, e o meu nome começa com [Z] meu caro.

Abraços pra você!

Eliseu Antonio Gomes disse...

Caro Pr. Esdras Costa Bentho

“Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis...” - 1ª João 2.21.

Gostaria de deixar registrado que é com muito pesar que eu recebo sua declaração anunciando o desejo de parar de escrever no blog.Teologia & Graça.

Com todo respeito, acredito que deveria repensar. Pondere em rever sua decisão, analise os dois lados dessa questão. A voz que precisa prevalecer é a de pessoas que lhe querem bem e o honram.

O número de internautas abençoados com o compartilhamento de seus conhecimentos neste blog é incalculável, e eles o respeitam, o têm como um referencial no meio cristão. Enquanto que o pirracento sem-nome é um só, como se estivesse falando às paredes de um recinto vazio.

O anônimo é escutado... Mas quantos realmente o ouvem? Escutamos muitos ruídos, porém, só adentra ao coração o que é ouvido, valorizado.

O sr é um vaso valoroso. Acredito que o amor a Deus e ao próximo é a força motriz que o move, a única pressão que o sustenta em pé e motivado a continuar compartilhando os saberes que aprouve ao Senhor colocar dentro de seu coração.

Não se permita terminar as postagens na Blogosfera Cristã assim, neste tipo de postagem de protesto. Sua atitude é válida, e estamos consternados com sua situação e apoiando-o. Mas, não pare de blogar, por favor.

Eu sei que sei muito pouco. Parte de meu conhecimento teológico tem origem em minhas estantes caseiras, repletas de muitos livros, e de gavetas ocupadas com coleções de revistas da EBD. No entanto, sendo eu tão inferior se comparado com a instrução que o sr possui, em meu blog recebo visitas de gente agradecida, se dizendo favorecida pela minha disposição de compartilhamento de conhecimento. São internautas de todo Brasil e do exterior.

É este o motivo que me entristece, fico muito triste quando leio a afirmação de alguém com tamanho conhecimento teológico, como o sr tem, revelando-se desmotivado a blogar. Não pare de escrever em seu blog, por favor.

Procuro basear meus atos e palavras nas Escrituras Sagradas. Não sou o cristão que vive apoiado em experiências, mas tenho algumas. E quero contar uma que tem a ver com minha disposição de compartilhamentos.

Sou um cristão que se converteu a Jesus Cristo aos 16 anos na Igreja Assembleia de Deus, ministério Belenzinho, campo Lapa/São Paulo-SP. Na época, liderada pelo saudoso Pastor Valdir Nunes Bícego.

Nesta igreja, congreguei com Nani Azevedo (agora no ministério AD Vitória em Cristo - RJ), Ciro Sanchez Zibordi (o blogueiro), Pr. Antonio Luiz Selari (nome citado nos fatos envolvendo o templo AD S.José dos Campos- SP).

O Pr. Valdir N. Bícego era um homem de grande erudição e amor pelas almas. Quando recebi a notícia de sua morte trágica, o conhecia há uns quatro anos e havia aprendido muito com ele. Chorei com a perda.

Na tarde em que estava impactado com o aviso de sua passagem para a glória, o Espírito soou retumbante e ao mesmo tempo inaudível em meu ser: “A missão dele terminou, agora é a sua vez de compartilhar o que sabe com sua geração”. “Não sei, quase nada, Senhor”, argumentei pensando no grande cabedal teológico do irmão Bícego. “O pouco que sabe é bastante para muitos”, foi a resposta.

Prezado Pr. Esdras, eu considero que saiba muito, muito mesmo. E ainda tem a oportunidade de ser abançoado instruindo muita gente de sua geração por muito tempo.

A Casa Publicadora das Assembleias de Deus é um veículo precioso de comunicação, é importante continuar a fazer parte desta instituição neste objetivo de ensinar. O blog Teologia & Graça também importa para muitos. Não descarte-o.

Tenha a gentileza de transmitir seu saber pela mídia convencional e virtual, os dois meios precisam da sua atuação. Cada qual tem sua peculiaridade e público-alvo. Queira manter-se ativo para os dois grupos de almas.

Em Cristo,

E.A.G.

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Obrigado pelos comentários e apoio. Gostaria apenas de solicitar, com muita gentileza e respeito ao carinho de cada um de vocês, amigos blogueiros, não joguemos incenso uns nos outros, mas continuemos amigos, irmãos e companheiros.

Matias Borba disse...

Pastor Esdras,
A Paz do Senhor!

Li seu texto a alguns dias, logo após li a carta que o pastor Geremias cita seu texto de forma simples e humilde, e o que penso de tudo isso é que, o senhor tem mais a dar do que receber, e essa é uma das maiores bem aventuranças.

Ficar sem seu blog seria uma coisa muito ruim pois, seus livros, enrriquecem a biblioteca de muitos estudantes, e para quem não tem tanta condição de adiquirir livros ou estudar em uma faculdade teológica,s eu blog é uma ferramenta e tanto. Eu em minha formação auto-didata sou prova disso, por muitas vezes quando tive a oportunidade de ensinar na EBD citei seus livros com referência, apenas por saber que são de qualidade e que podem ajudar muitos em seu conhecimento bíblico.

Falo isso sem nemhuma presunção ou demagogia no caso, pois sei que de fato o irmão não precisa dos olofotes da fama. Como Nordestino, seu vizinho pois estou em Pernambuco e sei que PE é mais bonito que a PB (risos), sou grande adimirador seu e do Pr. Silas Daniel que é daqui de PE. Mas acima disso, sou grato a Deus por ter homens comprometido com a divulgação do evangelho, e não com as recompensas que a fama trás, sou grato por ver um irmão nordestino como eu como ensinador em uma tão grandiosa nação. Deus seja louvado!

O eposódio dos 100% deixou-me triste, mas como já havia sofrido com o episódio que envolveu a uma certa Bíblia, preferi não dar um parecer sobre os 100%, pois sabia que isso traria mais constrangimentos. E o mais triste para mim foi ver que muitos blogueiros perderam ou desfizeram amizades, embora que virtualmente, que eram positivas na blogosfera, afastando muitos uns dos outros "tudo por conta de um só blogueiro", isso sim foi e é muito triste.

Pensei e ainda penso em parar com meu singelo blog por conta dessas coisas, pois é uma coisa chata uma pesoa que tem tanto ibop e conhecimento teológico usar este artificíl para desmerecer outros através de pessoas que não pensam e não refletem sobre a verdade das coisas. Talvez essa seja uma prova de que uma tologia sem Deus não muda a vida de ninguém, pois tudo o que vejo em "um blogueiro" é falta de amor e misericórdia em muitos momentos, desrrespeitando pessoas sérias como o irmão e tantos outros. O próprio pastor Germias do Couto é um exemplo de homens sérios que sofrem por pessoas não muito sérias aqui na blogosfera.

Continuo com meu blog porque sei que em algum lugar meu blog está chegando e levando uma mensagem a alguém, como o caso de uma mulher que mora fora do país e que havia perdido o esposo a alguns dias em um acidente, e queria agora dedicar sua vida a cuidar das pessoas, e através do meu blog, conheceu a Visão Mundial e hoje, ajuda algumas crianças carentes nesta instituição. Hoje, ela, apesar da dor da perda ainda um pouco recente, sente-se mais valorizada pelo trabalho que faz, e eu dou a glória devida apenas à Deus.

Estou citando isso como exemplo apenas, para mostrar-lhe que o senhor tem muito a dar aos muitos que precisam de um espaço como o seu. Sou solidário com o irmão, bem como à todos que sofrem o mesmo problema.

Continue pastor, o senhor só chegou onde está hoje por pura graça de Deus e depois por seus esforços.

Um abraço!

Ane e Manu disse...

Olá sou a nova seguidora do blog, gostaria de externar meus parabéns pois seu blog é muito abençoado... Gostaria que fizesse parte do meu http://teismoracional.blogspot.com/ para trocarmos posts, estudarmos sobre alguns assuntos. Ref a esta postagem, ser humilde e conviver nesta graça todos os dias é muito difícil, vejo muitos cristãos que possuem tantos dons mas esse falta para muitos... Ser humilde nos ensina muitas coisas todos os dias... O nosso Jesus foi humilde desde o seu nascimento até a sua morte... Melhor espelho de humildade não existe... mais uma vez, parabéns pelo blog... shalon...

ANE ARAUJO

Eliana Nobre disse...

Pr. Esdras
Sou membro da Igreja Assembleia de Deus em Tomé-Açu, no Pará. Fiquei muito maravilhada com o seu artigo. Por algumas vezes, já me perguntei se os cem anos de AD ofuscaram a nossa marca - comunhão, partir do pão e orações. Vemos uma banalização dos princípios imutáveis das Sagradas Escrituras. A competitividade e o individualismo exacerbado têm levado milhares de fiéis a abandonar a Cruz de Cristo. Ultimamente isto tem se tornado tão visível entre os "líderes" e os intitulados "mestres da Palavra". Mas, felizes são aqueles (nós) que permanecemos olhando para a ESTRELA DA MANHÃ, que é Cristo Jesus, nosso Senhor. Essa é a estrela que deve brilhar. Seja nos nossos artigos evangélicos, nas mensagens de nossos púlpitos, e sobretudo, na nossa vida diária. Que Deus o abençoe, para que a sua simplicidade e humildade demonstradas através de seus textos e ministério sejam conservadas para que brilhe a Glória de Deus e que outras pessoas também sejam abençoadas, assim como eu fui ao ler o seu artigo, e creio que serei ainda mais ao poder compartilhar a Palavra de Deus em minha cidade, nos próximos dias 26 e 27. Data em que teremos o maior prazer em receber o servo do Senhor.
Continue na Paz do Senhor.
Eliana Nobre
pentecostes

jesielpadilha disse...

Caro pensador, admiro seu trabalho na CPAD, pois entendo que o fazer teológico deve ser dialético e nåo fundamentalista no sentido pejorativo da palavra. A arrogância da interpretação estribada no conservadorismo a serviço de grandes corporações ao longo dos anos trouxeram milhares de desgraças ao mundo. Injustiça social, ódio racial ensinado pelos pregadores fundamentalistas norte americanos por mais de 400 anos.Aqui no Brasil a alguns anos atras, livros escritos por assembleianos defendiam a tese de que o anti-crsito surgiria na União Soviética. Espero que nao escrevam que o anti-cristo surgirá agora no mundo islâmico fomentando mais ainda o sectarismo e o ódio, atitude rechaçada veementemente por Jesus.
Voce falou de humildade. Humildade é reconhecer que nao somos donos da verdade e que o tempo vai provar que podemos nos envergonhar no futuro de coisas que hoje defendemos.
Quanto ao holofote, acho esse tema bastante intrigante. Jesus rejeitou o holofote em todo seu ministério, inclusive vedou a propagação de seus milagres. Quando Jesus aceitou o holofote na entrada triunfal desencadeou sua crucificação.
Pr. Jesiel Padilha

amigodobem disse...

Parabens Pr Esdras,Não o conheço pessoalmente mais de forma virtual sinto me feliz em pode ouvi-lo e entende que nem tudo esta pedido.Muito bom o texto sobre o soberba e humildade.O Senhor Deus seja contigo por onde quer que andares.Aos invejosos e Pilantras deixe pra la......

Ednaldo disse...

Graça e Paz a todos,

@Zwinglio, usando as palavras ditas alhures pelo seu "irmão e colega", quem lhe autorizou a citar meu nome?? - rsrsrs - Dessa vez passa, mas da próxima vai ter processo! - rsrs

@Pr. Esdras, vai nessa tua força, homem de valor, afinal Deus conhece os que são seus.

@Wagner, deixa o anônimo no "anonimato", pois quando se revela possui o mau costume de apagar posteriormente seus comentários, que o diga diversos blogueiros (alguns até ameaçados de processo).

Ednaldo.

Anônimo disse...

Gostaria de deixar duas músicas para você ouvir e meditar... adoração e louvor a Deus em todo tempo, até em meio às provações, elas nos fortalecem, derrubam "gigantes" e alguns "muros"... Fique com Deus!!!
http://www.youtube.com/watch?v=ZrQXx7iaFqs
http://www.youtube.com/watch?v=PGnp1TOcWFQ

ROBSON SILVA disse...

Prezado Esdras, a quem não me atrevo chamar de amigo, mas tenho em CRISTO a liberdade para chamar de irmão.

Não poucas foram as vezes que visitei o Teologia e Graça em busca de conhecimento e de edificação, na certeza de poder encontrar aqui alguém em quem de fato pudesse me espelhar... Um paradigma como poucos.

Quisera eu ter acumulado ao longo de pouco mais de duas décadas de evangelho metade da sapiência e da erudição que conservas.

Quanto as farpas (a que o Pr. Geremias chamou de flechas) que te atiram, estas serão consumidas ao calor do ESPIRITO que em ti habita.

Prossiga sempre assim: firme, constante, cheio de graça e de verdade.

O Senhor é contigo!

NELE,

Robson Silva
Prossigo.net

Pr. Luiz Leandro disse...

Caro pastor Esdras Paz,

Este texto expressa a pura expressão da verdade e a nele absolutismo divino, devido a estarmos cheios desta nova pedagogia empregada por homens egoistas e vaidosos personalidades deformadas por mamom, como é este anônimo acima mais continue do mesmo modo lhe conheci em camaçari-ba e acredito que não lhe falta absolutamente nada além de permanecer com esta peculiar caracteristica que Deus lhe Deu.
Pr. Luiz Leandro

TEOLOGIA & GRAÇA: TEOLOGANDO COM VOCÊ!



Related Posts with Thumbnails