DÁ INSTRUÇÃO AO SÁBIO, E ELE SE FARÁ MAIS SÁBIO AINDA; ENSINA AO JUSTO, E ELE CRESCERÁ EM PRUDÊNCIA. NÃO REPREENDAS O ESCARNECEDOR, PARA QUE TE NÃO ABORREÇA; REPREENDE O SÁBIO, E ELE TE AMARÁ. (Pv 9.8,9)

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Síntese Bíblica do Apocalipse


1. Título

O livro de Apocalipse é o último livro do Novo Testamento, tanto em sua localização quanto ao período da formação do estenógrafo. Este é, provavelmente, o único livro do Novo Testamento cujo nome é dado em decorrência da primeira palavra encontrada nele, tais quais os títulos dos livros no cânon hebraico. Além disto, Apocalipse possui outras características particulares:

a) é o único livro profético

do Novo Testamento;

b) apenas este livro traz uma bênção especial para aqueles que o estuda e uma maldição para aquele que “tirar quaisquer palavras do livro desta profecia”;

c) inclui três gêneros literários específicos: o profético (1.1.1), o epistolar (1.4-8), e apocalíptico.

2- Contexto Histórico

As Perseguições Imperiais

3. Tema

O Futuro Glorio

so dos Santos e a Perdição dos Ímpios

4. Autor

João, apóstolo.

5. Data e Local em que foi Escrito

81-95 d.C., na ilha de Patmos, durante o governo do imperador Domiciano.

6. Métodos de Interpretação do Livro

Quatro métodos principais são usados na interpretação do livro de Apocalipse. Dependendo do método adotado, os intérpretes podem chegar a conclusões totalmente díspares. Os principais métodos são: preterista, idealistas, historicistas e futuristas.

7. Esboço

Apocalipse apresenta a própria estrutura do livro no versículo dezenove do capítulo um: “Escreve as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas hão de acontecer”. Seguindo o arquétipo apresentado pelo versículo em apreço podemos dividir o livro em três linhas principais:

I- As Coisas que tens Visto (1.1-20)

II- As Coisas que São (2.1-3.22)

III- As Coisas que Depois Destas hão de Acontecer (4.1-22.21)


8. Conteúdo

As três divisões principais do livro de Apocalipse incluem um capítulo introdutório (1.1-19); quatro séries de sete: sete cartas (2.1-3.22), sete selos (5.1-8.1), sete trombetas (8.2-11.19) e sete flagelos (15.1-16.21).

Estas séries de sete abrem parênteses para os interlúdios que são encontrados entre o sexto e sétimo selo: as duas multidões (7.1-17); entre a sexta e a sétima trombeta: o anjo e o pequeno livro, medição do templo e as duas testemunhas (11.1-13). Entre a sétima trombeta e os sete flagelos há o terceiro interlúdio: o dragão, a mulher e o seu descendente (12.1-17), as duas bestas (13.1-18) e as visões de consolo (14.1-20).

Uma estrutura literária também pode ser observável: trata de quatro visões delineada

s no livro 1.9-11; 4.1; 17.1 e 21.9. Entretanto, existem pequenas unidades introduzidas pela frase, “e vi”, “e olhei”, por exemplo, 5.1,11; 6.1,9.

8.1. As Coisas que tens Visto (1.1-20)

A primeira seção de Apocalipse está dividida em três temas principais: Título e descrição do livro (1.1-3), Remetente e Destinatário (1.4-8), Deportação para Patmos e a visão de Jesus Glorificado (1.9-20).

8.2. As Coisas que São (2.1-3.22)

Esta segunda seção esta subdividida em sete missivas endereçadas às igrejas da Ásia:

Éfeso (2.1-7) Amada; Desejada

Esmirna (2.8-11); Mirrada; Amargura

Pérgamo (2.12-17); Fortificada; Alta

Tiatira (2.18-29); Sacrifício Perpétuo

Sardes (3.1-6); Renovados

Filadélfia (3.7-13); Amor Fraterno

Laodicéia (3.14-22). O Povo Reina


8.3. As Coisas que Depois Destas hão de Acontecer (4.1-22.21)

1) Capítulo 4

Esta nova seção do livro de Apocalipse (4.1-11) é um parêntese para as revelações dos juízos divinos. Este prelúdio trata da visão do Trono e da Glória Divina que cerca a habitação de Deus

2) Capítulo 5 e 6

O capítulo cinco é um interlúdio relacionado aos juízos do capítulo seis: os selos. O juízo sobre os ímpios só será executado se houver alguém digno de “abrir o livro selado por dentro e por fora, bem selado com sete selos”. O capítulo seis descreve a abertura dos primeiros seis selos. Vejamos a estrutura:

1º selo (6.2): Cavalo Branco - o Anticristo.

2º selo (6.3,4):

Cavalo Vermelho - Guerra

3º selo (6.5-6): Cavalo Preto - Fome

4º selo (6.7-8): Cavalo Amarelo - Morte

5º selo (6.9-11): Clamor dos Mártires - Justiça

6º selo (6.12-17): Terremoto - Abalo cósmico

7º selo (8.1-11.19): Sete Trombetas - Juízos

3) Capítulo 7

O capítulo sete é um interlúdio entre o sexto e o sétimo selo. Este parêntese está dividido em duas seções principais. O primeiro é uma visão sobre o que irá acontecer na terra. O outro daquilo que irá ocorrer no céu.

4) Capítulo 8 e 9

Estes capítulos concentram-se na abertura do último selo que desencadeia sete trombetas. Vejamos a estrutura das sete trombetas:

1º trombeta (8.7): 1/3 da vegetação é destruída

2º trombeta (8.8): 1/3 da vida oceânica e dos barcos é destruída

3º trombeta (8.10): 1/3 da água doce é envenenado

4º trombeta (8.12): 1/3 do sol, da lua e das estrelas se escurecem

5º trombeta (9.1): Abre-se o abismo, sofrimento sobre os homens

6º trombeta (9.13): Solto os quatros anjos presos junto ao Eufrates

7º trombeta (11.15): Declaração do domínio de Cristo

5) Capítulo 10 e 11

Os capítulos 10 e 11 são parênteses entre a sexta e a sétima trombeta e devem ser considerados como uma unidade parentética. O capítulo 10 trata da mensagem do anjo de Deus e do livro comido por João, enquanto o 11, da medição do templo de Deus (11.1-2) e do ministério das duas testemunhas (11.3-14).

6) Capítulo 12

Este capítulo trata especificamente do Diabo e Israel. A mulher, provavelmente, representa a nação de Israel. O capítulo doze pode ser apresentado como se segue:

a) O ódio de Satanás contra Israel no passado (12.1-5);

b) O ódio de Satanás contra Israel no futuro (12.6-17).

7) Capítulo 13

Este capítulo está dividido em duas seções principais: a besta que subiu do mar (13.1-10) e a besta que subiu da terra (13.11-18). A besta que sobe do mar retrata o poder político e mundial do Anticristo, enquanto a que sobe da terra, o falso profeta (16.13; 19.20), relaciona-se ao poder religioso do Anticristo. Esta é a trindade satânica (cf.16.13).

8) Capítulo 14 a 16

Os capítulos 14, 15 e 16 formam uma seção que inclui o juízo de Deus através das sete taças. Entretanto, o 14, descreve os eventos que precedem estes juízos.

O capítulo 14 trata da doxologia dos santos. As características dos remidos que compõem este coral celeste encontram-se no versículo 4 e 5.

O capítulo 15, inicia-se com uma expressão modelo de João “e vi”. É uma elaborada introdução aos juízos das sete taças – sete anjos que tinham as sete últimas pragas. O propósito destes juízos encontra-se na parte final do versículo um: “porque nelas é consumada a ira de Deus”. Três visões seguem esta seção introdutória:

a) Visão dos “sete anjos com as sete últimas pragas” (v.1)

b) Visão do “mar de vidro misturado com fogo” (vs.2-4)

c) Visão do templo (vs.5-8).

O capítulo 16 trata dos sete anjos cada um deles possuindo uma taça de juízo para ser derramado sobre a terra (v.1). Vejamos :

1º taça (16.2): Chagas malignas sobre os seguidores do Anticristo

2º taça (16.3): Total envenenamento da água salgada

3º taça (16.4-7): Total envenenamento da água doce

4º taça (16.8,9): Calor abrasador do sol

5º taça (16.10,11): Escuridão na capital do Anticristo

6º taça (16.12-16): Seca-se o Eufrates

7º taça (16.17-21): Maior terremoto e tormenta de granizo do mundo

9) Capítulo 17, 18 e 19

O capítulo 17 e 18 formam uma unidade. Enquanto o capítulo dezessete descreve a destruição dos sistemas religiosos do mundo, identificado como Babilônia, a meretriz (vs.1-6), o dezoito trata dos sistemas políticos e econômicos do mundo. As bases históricas para estes capítulos encontram-se no antigo paganismo e na política do império romano.


10) Capítulo 20

Este capítulo descreve a instituição do reino milenar do Cordeiro. Podemos dividir o capítulo nas seguintes seções:

a) Prisão de Satanás (1.1-3);

b) A Grande Ressurreição ( 20.6);

c) O Grande Reinado (20.4,6);

d) A Grande Rebelião (20.7-10);

e) O Grande Trono (20.7-10).

11) Capítulo 21 e 22

O capítulo 21 tem como tema “a apresentação da esposa do Cordeiro” (21.9). Podemos encontrar nestes dois capítulos:

a) Visão do Novo Céu e da Nova Terra (21.1).

b) Visão da Cidade Santa (21.2-22.5).

O livro encerra com algumas admoestações específicas e com a expectativa da Vinda do Cordeiro.

21 comentários:

herlon charles disse...

A paz do Senhor pr. Esdras, é com grande alegria no coração que mais uma vez participamos de seu blog. Quero parabenizá-lo por mais um a contribuição teológica para nossas edificação. Sei que devido aos compromissos com a obra de Deus e a família se torna um pouco difícil seus comentários com mais freguência, mais louvo a Deus e minha oração ao Senhor é qie lhe de saúde e mais disposição para que possa continuar a ser um instrumento de Deus em seu Reino.
herloncharles.blogspot.com

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Prezado Herlon, sou grato a Deus por sua vida, dádiva do incomensurável amor de Deus. Obrigado pela compreensão. Com o nascimento de meu filho, Philipe, meu tempo ficou um pouco reduzido, ainda mais com as múltiplas atividades que desempenhamos na obra de Deus.
Porém, sou grato a Deus pela amabilidade dos meus amigos.
Um abraço
Esdras Bentho

Anônimo disse...

Pr. Esdras
Estive participando do 4º Seminário de Escola Bíblica de Uberlândia, onde você foi um dos palestrantes. Os dois temas que você abordou e relevante para o crescimento da escola dominical, principalmente a proposta de levar para a escola dominical um sistema de avaliação, fiquei feliz também porque na minha igreja algumas professoras do dep. infantil já vinha trabalhando com os alunos a avaliação, e com este incentivo dado por você acredito que elas continuaram fazendo com mais vigor e determinação. Sempre que tenho tempo passo pelo seu blog, pois os artigos postados aqui são sempre interessantes e desafiadores.

Em cristo,
Valter Alex

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Prezado irmão Valter, muito obrigado por sua participação no Teologia & Graça e também por suas palavras motivacionais. O que estamos fazendo é adaptando nossa experiência na educação infantil secular com os projetos de trabalho e o portifólio aplicados à educação cristã. Embora um desafio, como apresentamos, é necessário.
Um abraço

Eduardo Neves disse...

Seu blog continua sendo ímpar no quesito Hermenêutica!!!

Que Deus continue iluminando-o;e Jesus Cristo nosso Senhor te abençoe rica e abundantemente!

Aproveito p/ convidá-lo a ler o testemunho: "Mulher, onde estão aqueles teus acusadores?"

Eduardo Neves disse...

Graça e Paz;

Solicito orações a irmã em Cristo Ana da Luz; ela se encontra enferma em um leito hospitalar.

Att.
Eduardo Neves

Eunice Moraes da Silva Souza disse...

prezado pr. Esdras Costa Bhento a paz do SENHOR aqui é a irmã Eunice de acreúna esposa do pb celinho olha parabéns por a postagem desta síntese Bíblica do Apocalipse estamos estudando esse livro profético mas muitas profecias não se entende como se lê por estar numa linguagem simbólica mas esta síntese veio sanar minhas dúvidas olha creio queDEUS está nos inquietando e estamos elaborando uma apostila sobre o livro do apocalipse , a hora é chegada e temos urgência para trasnmitirmos a palavra do senhor de uma maneira clara e obgetiva ore por nós,

Clébio Lima de Freitas disse...

A Paz do Senhor Pr. Esdras!

Uma iniciativa importantíssima essa, o Apocalipse, para muitos, é um dos livros de mais difícil interpretação. Que Deus continue lhe inspirando!

Em Cristo,

Clébio Lima de Freitas
clebiolima.blogspot.com

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Prezado irmão Clébio de Freitas, obrigado por sua participação no Teologia e Graça. Espero que os comentários do blog continuem sendo relevantes para o estudioso da Escritura.
Um abraço

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Prezada irmão Eunice, muito obrigado por suas palavras motivacionais. O estudo é apenas uma síntese das estruturas literárias do livro de Apocalipse. Ideal para quem deseja estudar a obra.
Um abraço

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Prezado irmão Eduardo Neves, muito obrigado por sua contribuição no Teologia e Graça.
Oraremos pela nossa prezada irmã!

Um abraço

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Prezado irmão Valter, sua participação em nosso blog é muito importante. Estivemos ministrando o tema: Avaliação na ED, com o propósito de apresentar uma nova perspectiva no ensino dominical.

Esperamos que tenha sido, no mínimo, motivo de reflexão na ED local.

Um abraço

Faculdade Teológica disse...

Parabens muito bom seu Post!!!!
Abs!
Faculdade Teológica

Faculdade Teológica disse...

Que Deus continue abençoando seu trabalho e nos edificando com seus post Fica Na Paz!!!!
Abs!
Faculdade Teológica

Faculdade de Teologia disse...

Parabens muito bom seu Post!!!!Fik c paz d cristo!!!
Abs!
Faculdade Teológica

Faculdade Evangélica SP disse...

Muito bom o blog, realmente muito instruitivo, vou passar o endereço adiante.
faculdade evangelica

Anônimo disse...

A paz do Senhor Pr:Eu quero lhe agradescer pelo comentario,pois hoje nas Igrejas se ouve pouco sobre o arrebatamento da Igreja,e menos ainda sobre a Grande Tribulação. Que o Senhor Jesus Cristo continue te abençoando.

Rinaldo disse...

A Paz do Senhor caro Pastor.
Deus te abençoe por esta pg pois assim sera de grande aproveitamento aos irmãos que não te como fazer teologia e com seus ensinamentos só de nos passarmos ja nos envouveu no espirito de Deus sua pg com sua permisão fara parte de nossas vidas com nossa oraçoes Jesus vai abrir muitas portas para voce esua familia creia que o escudo de Jesus esta sobre voces a minha familia ja é abençoada so de abrir e meditar nos seus ensinamentos Deus seja contigo aonde for a paz do senhor. Se o irmão nos permetir irei passar este endereço a outros irmãos

Esdras Costa Bentho disse...

Kharis kai eirene

Prezado irmão Rinaldo, obrigado por suas participações no Teologia & Graça. Pode, sem reservas, divulgar o blog e usar os artigos. Pedimos apenas que acrescente ou mencione a fonte de origem do artigo.

Um abraço
Esdras Bentho

Rebento disse...

APOCALIPSE 10 - REVELATION 10

Pois só quem realmente sofreu as consequencias da injustiça terrível é que pode exigir à Justiça do Único Verdadeiro Deus Fiel que Ama a Vida Sana.

Não há mais tempo está Jurado e a Trombeta com todos os segredos foram Revelados e Já Foi Ouvida desde o Arco Íris para o Eterno Cosmo de Amor.

Profecia Cumprida: "E jurou por aquele que vive para todo o sempre, o qual criou o céu e o que nele há, e a terra e o que nela há, e o mar e o que nele há, que não haveria mais tempo, mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos." - Apocalipse 10:6,7

- http://wwwrebentocom.blogspot.com/2011/03/as-injusticas-da-grande-meretriz-tem.html

Rebento disse...

APOCALIPSE 10 - REVELATION 10

Pois só quem realmente sofreu as consequencias da injustiça terrível é que pode exigir à Justiça do Único Verdadeiro Deus Fiel que Ama a Vida Sana.

Não há mais tempo está Jurado e a Trombeta com todos os segredos foram Revelados e Já Foi Ouvida desde o Arco Íris para o Eterno Cosmo de Amor.

Profecia Cumprida: "E jurou por aquele que vive para todo o sempre, o qual criou o céu e o que nele há, e a terra e o que nela há, e o mar e o que nele há, que não haveria mais tempo, mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos." - Apocalipse 10:6,7

- http://wwwrebentocom.blogspot.com/2011/03/as-injusticas-da-grande-meretriz-tem.html

TEOLOGIA & GRAÇA: TEOLOGANDO COM VOCÊ!



Related Posts with Thumbnails